Últimas Notícias

Amazonas libera o uso de mercúrio em garimpos “Altamente Tóxico e Poluente”

A utilização do mercúrio é proibida em diversos países. Em contato com os rios, o metal pode contaminar peixes e humanos. Mesmo assim, no Brasil, o mercúrio ainda é muito utilizado para a separação do ouro.

O CEMAAM prometeu ser rigoroso com a prática. Só será permitido o uso do metal se for comprovado o uso do cadinho (equipamento que recupera o metal), a origem da compra e a garantia de que os resíduos do mercúrio serão transportados para depósitos autorizados. O Ibama, com apoio do governo estadual, será o Instituto responsável pela fiscalização.

Mesmo com o rigor do CEMAAM, os ambientalistas acreditam que é impossível fiscalizar todo o mercúrio utilizado nos garimpos e o aumento do preço do ouro no mercado internacional levará mais pessoas a fazerem a prática de maneira ilegal. Os problemas ambientais causados por mercúrios não devidamente tratados serão irreversíveis para o meio ambiente, ainda mais em um Estado com tantos rios, como o Amazonas.

Medidas contra a nova resolução já estão sendo tomadas. O Museu da Amazônia (Musa) divulgou uma carta aberta para o governo estadual do Amazonas que alerta sobre os riscos do uso de mercúrio. “As garantias de rigoroso controle expressam a melhor das intenções, mas é difícil convencer-se que de fato serão implementadas. Nossas dúvidas e incertezas sobre os teores tóxicos de mercúrio já presentes nos peixes amazônicos aumentarão com a aprovação da mencionada resolução normativa”, lê-se na carta.

Uma petição on-line pede uma reformulação na resolução 011/2012. A petição pode ser acessada e assinada neste endereço.

http://www.terradagente.com.br


Estimulamos o debate amistoso. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato