Últimas Notícias

Secretaria de Turismo fortalece a pesca esportiva no Pará

A pesca esportiva ganhará mais atenção da Secretaria de Estado de Turismo (Setur), graças ao potencial turístico da atividade. Salinópolis, no nordeste do Pará, Tucuruí, no sudeste, e Oriximiná, no oeste paraense, se destacam no segmento, assim como  Altamira, no sudoeste do Estado, que recebeu, dias 18 e 19 deste mês, o primeiro torneio de pesca do tucunaré. O evento foi promovido pela Prefeitura de Altamira e teve apoio do Instituto Federal do Prá (IFPA), Corpo de Bombeiros e colônia de pescadores Z-57.

“Este torneio é estratégico para fortalecer a economia do turismo na cidade de Altamira. Houve um cuidado referente à legislação de pesca e o comportamento com as espécies no rio Xingu para garantir a sustentabilidade ambiental nas próximas versões”, disse a secretária municipal de Gestão do Meio Ambiente e Turismo de Altamira, Zelma Costa.

O evento começou com as 41 equipes inscritas se lançando no rio Xingu para a pesca do tucunaré. Segundo as regras do torneio, que seguiu recomendações do Ministério da Pesca, cada equipe poderia capturar apenas oito exemplares da espécie. “O tucunaré é difícil, pois ele se alimenta de peixes menores, por isso a isca tem que estar sempre em movimento”, disse a pescadora Francisca Jales, que tem mais de 30 anos na atividade.

No segundo dia, houve a entrega dos prêmios para os vencedores do torneio. Ganharam as equipes que pescaram o maior peixe, de 58 centímetros, o mais pesado, de 3,4 quilos, e a maior quantidade, oito peixes. Também foram sorteados prêmios relacionados à atividade, incluindo uma voadeira completamente equipada.

Grande parte do pescado capturado durante o torneio e os alimentos arrecadados com a inscrição das equipes foram doados para a casa da Divina Providência. Outra quantidade foi preparada e distribuída para quem estava presente na orla de Altamira.

A responsabilidade de apresentar o tucunaré como iguaria culinária foi das alunas do curso de processamento de pescado e derivados do programa Mulheres Mil, do Ministério da Educação (MEC). Nas mãos delas, o tucunaré foi transformado em carne de sanduíche e quibe.

O programa nacional é promovido em Altamira pelo IFPA. O objetivo é qualificar mulheres para o mercado de trabalho, com noções de empreendedorismo “Assim, a concepção se amplia, não apenas focando o emprego, mas também dando oportunidade para essas mulheres serem donas de seu próprio negócio e de sua própria história”, disse a gestora do programa, Jacirene Queiroz.

http://www.agenciapara.com.br


Estimulamos o debate amistoso. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato