Últimas Notícias

Austrália bloqueia atividade de um dos maiores barcos de arrasto do mundo

O governo australiano planeia bloquear a atividade de um dos maiores barcos de arrasto do mundo nas suas águas. Esta proibição durará dois anos, até serem conhecidos os impactes ambientais desta atividade na vida marinha australiana.

A Austrália planeia bloquear a atividade de um dos maiores barcos de arrasto do mundo nas suas águas. Tony Burke, ministro do ambiente australiano, irá introduzir a legislação na próxima terça-feira, o que lhe dará poder para proibir as atividades deste navio até serem realizados mais estudos científicos.

Segundo o ministro, há demasiada incerteza à volta dos impactos ambientais do Margiris, o segundo maior barco de arrasto do mundo com 142 metros. Esta é uma grande vitória para os ambientalistas preocupados com os impactos desta atividade nos estoques de peixe e vida marinha em geral.

“Nunca um barco de arrasto desta capacidade esteve na Austrália e a Lei da Protecção do Ambiente e da Conservação da Biodiversidade deve ser atualizada para podermos lidar com esta situação”, explicou.

A Seafish Tasmania trouxe o Margiris para a costa australiana no mês passado, através de uma joint venture com a Seafish Tasmania Pelagics, os proprietários holandeses do navio. Eles obtiveram uma quota de pesca de 18 mil toneladas sob condições especiais. Para entrar, seu nome foi alterado para Abel Tasman e registado na Austrália.

“Mudar as leis em resposta a uma campanha emotiva e ‘julgamento’, mina a credibilidade da gestão de pesca australiana, cria incerteza e insegurança para os pescadores e desencoraja o investimento que é necessário para apoiar os trabalhos regionais”, indicaram a Seafish Tasmania e a Commonwealth Fisheries Association.

A organização Greenpeace, que tentou evitar o ancoramento do navio quando chegou ao sul da Austrália, saudou a decisão como uma “resposta sensível à ameaça de Abel Tasman.”

 http://www.guardian.co.uk


Estimulamos o debate suadável. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato