Últimas Notícias

Operação apreende 574 quilos de pescado ilegal em cidades do AM

Apreensão realizada durante a operação (Foto: Ipaam/Divulgação)A “Operação Cairina”, realizada pelo Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Piagaçu-Purus, localizada entre os municípios de Beruri e Tapauá, no Amazonas, apreendeu 574 quilos de pescado ilegal, sendo 568 quilos de pirarucu fresco e seis quilos de pirarucu seco. A ação ocoreu entre os dias 4 e 11 de setembro. As multas aplicadas chegam a R$ 600 mil.

A operação, que recebeu o nome de Cairina e foi organizada com o objetivo principal de combater a caça ao pato-do-mato, cientificamente denominado Cairina moschata, não encontrou nenhum caso de caça ilegal ao pato do mato, mas flagrou quantidades de pescados e quelônios sendo capturados e  transportados ilegalmente.

Pescados e quelônios sendo capturados e  transportados ilegalmente (Foto: Ipaam/Divulgação)Segundo o Ipaam, seis barcos foram abordados na Boca do Paricatuba, no entorno da RDS. Os proprietários foram multados por transporte e caça ilegais. As multas somaram R$ 676.360,00, correspondendo a cinco autos de infração.

Além do pescado, foram apreendidos 97 quelônios, sendo 15 tartarugas (Podocnemis expansa), 38 tracajás (Podocnemis unifilis) e 44 iaças (Podocnemis sextuberculata). Ainda três das embarcações e um capa-saco (rede de captura de quelônios). Quatro quelônios foram encontrados mortos em redes abandonada pelos infratores.

O Ipaam informou ainda que o pescado foi doados a comunidades locais. Os quelônios foram devolvidos à natureza.

http: //g1.globo.com


Estimulamos o debate amistoso. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato