Últimas Notícias

Polícia Ambiental apreende 1.200 metros de redes no Rio do Cerne, em Sertanópolis

Faltando pouco mais de uma semana para o início do período da piracema, quando é proibida a pesca em rios paranaenses, soldados da Polícia Milita Ambiental realizaram a apreensão de aproximadamente 1.200 metros de redes de pesca irregulares no Rio do Cerne, em Sertanópolis (37 km de Londrina). O material foi apreendido na área dentro da Represa de Capivara.

De acordo com informações da Polícia Ambiental, denúncia anônima informava que haveria a pesca predatória naquele local. Foram patrulhados cerca de 50 quilômetro de rio até que fossem encontrados os materiais de pesca irregular, tanto na instalação como nas malhas em que o equipamento foi confeccionado.

Os policiais localizaram ainda 100 metros de espinheis, uma rede de arrasto com cerca de 10 metros de comprimento. Foram realizadas abordagem a pessoas, embarcações e veículos nas imediações do Rio do Cerne, mas ninguém foi detido. O trabalho, neste momento, é de buscar identificar os possíveis autores deste crime ambiental.

O comando da 2ª Companhia da Polícia Militar Ambiental, com sede em Londrina, informa que o trabalho de fiscalização de suspeitos deste tipo de conduta continuará nos rios da região. O objetivo é coibir a pesca e caça ilegal, reprimindo também os demais crimes ambientais.

A Polícia Ambiental pede que a comunidade ajude no combate aos crimes ambientais, informando a corporação sobre atitudes suspeitas. Para isso, as denúncias podem ser feitas anonimamente a qualquer hora do dia através do telefone 0800 643-0304 (ligação gratuita) ou pelo telefone (43) 3341-7733, para as pessoas da região de Londrina. Esta última chamada é tarifada.

http://londrina.odiario.com


Estimulamos o debate amistoso. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato