Últimas Notícias

Homens são presos por pesca predatória; 25 kg de peixes apreendidos em Floresta

Três homens foram detidos na manhã desta quarta-feira (7) na localidade de Salto Bananeira, em Floresta (a 30 km de Maringá), sob a acusação de pesca predatória no Rio Ivaí. Segundo a Polícia Ambiental, eles haviam pescado cerca de 25 quilos de peixes com tarrafas.

Entre os peixes, havia duas espécies – jurupensen e jurupoca – cuja pesca está proibida há três anos pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP). “São peixes que, devido à pesca irresponsável, tiveram sua população diminuída nos rios”, explica o tenente Luiz André Moreira, da Polícia Ambiental de Maringá. O trio também pescou mandis e curimbatás.

O tenente ressalta que, com o período de Piracema em vigor, a captura de qualquer peixe nos rios do Paraná é ilegal até o dia 28 de fevereiro, independente dele ter ou não pescaria proibida. “Estamos realizando operações constantes nos rios. É importante respeitar o período de desova dos peixes, para que sua população consiga se reproduzir, sem risco de ser ameaçada”, fala o tenente.

Conforme Moreira, os detidos não são pescadores, mas praticantes da pesca por lazer. Eles foram presos em flagrante por pesca predatória e encaminhados para a 9ª Subdivisão de Polícia Civil de Maringá. O trio pagou fiança e foi liberado em seguida, mas ainda responderá processo administrativo, cuja multa pode variar entre R$ 700 e R$ 100 mil, a ser estipulado pela Justiça.

Os peixes apreendidos serão doados para instituições de caridade da região. O equipamento de pesca – uma tarrafa de 2,80 metros em malha – foi encaminhado para a delegacia.

http://maringa.odiario.com


Estimulamos o debate amistoso. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato