Últimas Notícias

Para fiscalizar Piracema, PMA vai ter lancha com radar em MS

Uma lancha de grande porte, adquirida em parceria com o Ministério da Pesca, é a novidade deste ano no combate à pesca predatória durante o período de proibição da pesca, que vai até 28 de fevereiro.

A embarca̤̣o ̩ equipada com radar e sonar, tecnologia que facilita a localiza̤̣o dos cardumes Рcondi̤̣o para evitar a a̤̣o dos depredadores. Al̩m disso, a lancha possui alojamento, sala de estar e cozinha.

De acordo a PMA (Polícia Militar Ambiental), a lancha será usada pela Polícia em inspeções nos rios situados na fronteira com o Paraguai e Bolívia, tanto no rio Paraguai e rio Apa, além da divisa com o Estado de Mato Grosso.

A proibição, que começou na segunda-feira (5) vai até o dia 28 de fevereiro do ano que vem e, até lá, a principal tarefa da Polícia Militar Ambiental é coibir os pescadores que tentam burlar a lei.

Ao todo, 360 policiais vão patrulhar as áreas consideradas de risco maior de ocorrência desse tipo de crime ambiental. Quem for flagrado desrespeitando o período da Piracema, vai ser multado. A multa varia de R$ 700 a R$ 100 mil, além de pena que varia de um a três anos de prisão.

Operação Finados – Durante a operação de Finados, que começou quinta-feira (1º) e terminou no domingo (4), a PMA autuou 24 pessoas por crimes e infrações ambientais, sendo 19 presas por pesca predatória. No total, a Polícia aplicou R$ 67, 3 mil em multas.

http://www.aquidauananews.com


Estimulamos o debate amistoso. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato