Últimas Notícias

Quatro meses sem pesca em Mato Grosso

Continuar√° valendo pelos pr√≥ximos 4 meses a lei que pro√≠be a pesca amadora e imp√Ķe rigorosas regras a pescadores profissionais em Mato Grosso.

Quatro meses sem pesca em Mato Grosso

Neste período uma comissão formada por representantes da Assembléia Legislativa, setor pesqueiro e turístico, além de pesquisadores, vai reformular o projeto e propor uma nova legislação para regulamentar a atividade no Estado.

A decisão foi anunciada durante audiência realizada nesta sexta-feira (09), em Cuiabá, com a presença de pescadores de diversos municípios.

Foi o encerramento de uma s√©rie de reuni√Ķes realizadas nos √ļltimos 3 meses no interior para ouvir as propostas dos segmentos atingidos.

O presidente da Federação dos Pescadores, Lindemberg Gomes, afirmou que o prazo para reformulação coincide com a Piracema, quando a pesca é proibida em todo o Mato Grosso para garantir a reprodução dos peixes. A meta é que as novas normas entrem em vigor quando o defeso terminar, no final de fevereiro.

Ele enfatizou que a nova proposta tamb√©m deve incluir a ativa√ß√£o do Conselho Estadual de Pesca, que foi criado por lei, mas nunca saiu do papel. O pesquisador da Embrapa e do Centro de Pesquisas do Pantanal, Agostinho Catela, ressaltou que v√°rias altera√ß√Ķes precisam ser feitas na atual legisla√ß√£o, que foi elaborada sem embasamento cient√≠fico e consulta popular. ‚ÄúDa maneira como foi feita, esta lei atende apenas um pequeno grupo, que √© o setor tur√≠stico que trabalha com pesque e solte‚ÄĚ.

A modalidade pesque e solte foi a √ļnica que n√£o sofreu restri√ß√Ķes na proposta de autoria do deputado Zeca Viana. Em contrapartida, ela limitou a atividade profissional determinando uma quantidade semanal de pescado capturada por cada profissional, al√©m do tamanho dos peixes. Na opini√£o do especialista, os crit√©rios foram definidos de forma arbitr√°ria, sem estudo cient√≠fico e inviabilizaram a pesca. ‚ÄúTamb√©m proibiram a pesca amadora, que faz parte da cultura do povo mato-grossense. Enquanto isso, as verdadeiras causas do diminui√ß√£o do peixe nos rios n√£o s√£o atacadas, como por exemplo, as degrada√ß√£o dos leitos dos rios‚ÄĚ.

http://www.cenariomt.com.br


Estimulamos o debate amistoso. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato