Últimas Notícias

Guarda costeira do Japão intercepta e prende capitão de barco pesqueiro chinês

barc-pesqueiro-apreendido-okinawaA guarda costeira do Japão anunciou a detenção neste sábado do capitão de um barco pesqueiro chinês que estava em águas japonesas, em meio a tensão entre os dois países por uma disputa territorial.

A patrulha prendeu o capitão do barco ao suspeitar que pescava corais em águas territoriais japonesas, perto da ilha de Miyako, no território de Okinawa, no extremo sul do Japão.

O barco, com 13 pessoas a bordo, foi interceptado 46 km ao nordeste da ilha.

Desde setembro do ano passado, a relação Japão-China é tensa por uma disputa territorial sobre um pequeno arquipélago no mar da China Oriental.

Na ocasião, Tóquio nacionalizou parcialmente o arquipélago das Senkaku, reivindicado por Pequim sob o nome de Diaoyu e situado 200 km ao nordeste das costas de Taiwan 400 km ao oeste da ilha de Okinawa.

As ilhas desabitadas são administradas pelo Japão. A soberania japonesa sobre os territórios “não é negociável”, advertiu em 17 de dezembro Shinzo Abe, um dia depois de vencer a eleição para primeiro-ministro.

Abe visitou neste sábado a ilha de Okinawa, onde prometeu defender o Japão das “provocações” de seus vizinhos.

Há cinco meses, Pequim envia barcos e aviões às imediações das Senkaku, cinco ilhas das quais três foram compradas por Tóquio de seu proprietário japonês.

A compra agravou a disputa e provocou manifestações antijaponesas na China.

A crise abala as relações bilaterais entre os dois gigantes econômicos da região. Em setembro, Pequim cancelou as celebrações programadas para o 40º aniversário da normalização entre os países.


Estimulamos o debate suadável. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato