Últimas Notícias

Homem encontra pérola perfeita em ostra do Pacífico

ostra-europaJames Humphries, de 34 anos, comprou duas ostras de uma peixaria local, em Inglaterra, para ajudar a amenizar as fortes dores de cabeça que sentia.

O gerente de armazém sentiu algo rijo na comida enquanto mastigava, e cuspiu uma pérola.

Os especialistas sublinham que se trata de um achado extremamente raro, já que as pérolas são normalmente encontradas em ostra de pérola (Pinctada maxima) e não nas ostras do Pacífico (Crassostrea gigas), que o homem tinha comprado.

O comerciante que lhe vendeu a comida disse que a sua família nunca tinha visto, em 80 anos de negócio, uma pérola dentro de uma ostra daquela espécie.

«Como um par de ostras todos os sábados de manhã. Elas são a cura perfeita para a ressaca: refrescantes, deliciosas e muito melhores que uma lata de Redbull», afirmou o senhor Humphries.

«Estava a comer quando notei algo rijo na minha boca. (…) Só quando cuspi é que percebi o que era», contou. «Era pequena, mas tinha uma forma perfeita, e eu adoro-a».

«Estou a pensar em aproveitá-la para fazer uma peça de joalharia, talvez um peixinho em que a pérola é o seu olho», referiu.

James Humphries comprou as ostras na peixaria E Rawle & Co, em Newquay, cujo director é Gareth Horner. O seu avô fundou o negócio em 1936.

«Não sou biólogo marinho, mas isto deve ser muito raro. Estou aqui há 30 anos e vendi milhares de ostras, mas nunca encontrei nenhuma pérola. O meu pai está no ramo há mais tempo e também nunca ouviu falar».

Segundo Heather Bell, da joalharia Little Gem de Newquay, diz que é «difícil» dizer qual será o preço do achado. «Dada a raridade, diria que o achado não tem preço», comentou.

«É muito redondinha, tem muito lustro, é uma pérola lindíssima», disse.

http://diariodigital.sapo.pt


Estimulamos o debate amistoso. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato