Últimas Notícias

Região do Solimões vai ganhar entreposto de pescados

entreposto-solimoesDentro de dois meses, o município de Tabatinga, distante 1.105 quilômetros de Manaus, contará com um entreposto com capacidade para armazenar até 100 toneladas de pescado. O empreendimento, orçado em R$ 1,2 milhão, atenderá todo o polo pesqueiro da área do Solimões, que compreende, além de Tabatinga, as cidade de Atalaia do Norte, Benjamin Constant, São Paulo de Olivença, Amaturá, Santo Antônio do Içá, Tonantins, Jutaí e Fonte Boa.

De acordo com o titular da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), Eron Bezerra, o entreposto, que funcionará como um frigorífico, fortalecerá a atividade pesqueira da região do Solimões, que segundo ele é uma localidade estratégica para a pesca.

“Com o início das operações do empreendimento, previsto para abril, os pescadores da região serão os principais beneficiados, pois não havia infraestrutura adequada para armazenamento e beneficiamento de peixe que atendesse os produtores da área”, disse o secretário, ao informar que o entreposto é um projeto realizado pelo Ministério da Integração e governo do Amazonas.

Ainda segundo o secretário, o empreendimento alavancará o circuito de produção e comercialização dos produtos e subprodutos oriundos da pesca artesanal, beneficiando as cadeias produtivas do setor pesqueiro e expandindo a economia rural. “Ainda hoje os pescadores sofrem com as precárias condições de armazenamento do pescado. O preço do gelo e do óleo diesel, que é fundamental para que os pescadores desenvolvam suas atividades, subiu e encarece os custos dos pescadores que não conseguem repassar para o consumidor final, situação que será resolvida com o projeto”, destacou.

Desenvolvimento

Além do entreposto, outra questão-chave para o desenvolvimento da região do Solimões são as vicinais que ligam os municípios da área por onde deve ser escoada grande parte do pescado. De acordo com a Sepror, os 1.500 quilômetros de estradas que interligam os municípios serão devidamente recuperadas, iluminadas e asfaltadas ainda neste ano.

Conforme Eron, o governo do Amazonas pretende aumentar os investimentos na região construindo outros entrepostos frigoríficos em áreas estratégicas para o desenvolvimento do Estado. O secretário salientou que investimentos serão anunciados nos próximos meses. “A meta é que até o fim de 2014 sejam construídos novos frigoríficos na região sul do Estado e na do Baixo Amazonas, Humaitá e no entorno de Manaus”, assegurou.

Início


Estimulamos o debate suadável. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato