Últimas Notícias

Sem pesca não tem o que comer, diz idosa presa com peixe em Piracicaba

Aproximadamente 100 quilos de peixe e uma rede foram apreendidos em Piracicaba (Foto: Luiz Felipe Leite/G1)A aposentada Neide Pereira dos Santos, de 61 anos, foi detida na manhã desta terça-feira (26) com 110 quilos de peixes pescados ilegalmente no Rio Piracicaba. A idosa mora em uma vila de pescadores no bairro Tanquã, em Piracicaba (SP). Segundo a Polícia Ambiental, os peixes eram para venda. A aposentada disse que o pescado era para o sustento da família. “Se eu não pescar não temos o que comer”, afirmou. A ocorrência foi apresentada no 7° Distrito Policial (DP).

De acordo com o soldado Eli José Albuquerque Filho, a aposentada pagará R$ 2,9 mil de multa e responderá por pesca ilegal e armazenamento inadequado de peixe em razão da piracema, que é o período de reprodução desses animais. Foram apreendidos exemplares de espécies como curimba, lambari, pacu, traíra, tilápia, cascudo e piranha, além de uma rede de pesca. “Uma denúncia anônima nos levou até o local. Ao abordarmos a senhora, ela se entregou rapidamente, sem resistência”, contou Albuquerque. A piracema termina na quinta-feira (28).

A aposentada disse à reportagem do G1 que tem conhecimento do crime, mas que não tinha outra escolha, pois a pesca é o sustento da família. “Um casal de netos mora comigo. Se eu não pescar, não temos o que comer”, falou Neide. O delegado Francisco Hoppe, titular do 7° DP, arbitrou fiança no valor de um salário mínimo (R$ 678). O valor foi pago e, no final da tarde, a idosa foi liberada e responderá em liberdade por crime ambiental.

http://g1.globo.com


Estimulamos o debate suadável. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato