Últimas Notícias

Estudo descobre 78 novas espécies de peixes no Rio Madeira

http://i0.statig.com.br/bancodeimagens/8b/9n/1k/8b9n1kewitt1952eepoekewhi.jpgBi√≥logos que trabalham no monitoramento da fauna do rio Madeira descobriram 78 novas esp√©cies de peixes no afluente do rio Amazonas. O estudo, realizado desde 2011, tamb√©m mostrou que a diversidade de peixes √© muito maior que a esperada: foram catalogadas 990 esp√©cies habitando o rio. A pesquisa confirmou que o rio Madeira √© um ponto de ‚Äúconflu√™ncia de peixes‚ÄĚ, onde animais vindos de outras bacias hidrogr√°ficas chegam ao rio Guapor√© ‚Äď principal afluente do Madeira ‚Äď ap√≥s migrarem quil√īmetros.

√Č o que acontece com o dourado de escamas, uma esp√©cie t√≠pica da bacia do Paran√° que se aproveita de √©pocas de alagamento no Pantanal e consegue chegar at√© o rio Guapor√©, pr√≥ximo a Porto Velho (RO). ‚ÄúSab√≠amos que estes peixes conseguiam migrar at√© o Guapor√©, mas o que n√£o sab√≠amos era que eram tantas esp√©cies e tantos peixes‚ÄĚ, disse ao iG o analista socioambiental Alexandre Mar√ßal respons√°vel pelo monitoramento realizado pela Santo Ant√īnio Energia, usina hidrel√©trica constru√≠da no rio Madeira a sete quil√īmetros de Porto Velho.

http://i0.statig.com.br/bancodeimagens/5s/9c/r2/5s9cr2pslim4346rby7tnn04b.jpgMar√ßal afirma a diversidade do Madeira √© algo que impressiona. Para se ter uma ideia, o bi√≥logo compara com a quantidade de peixes encontrados no rio Negro. O rio que tem as margens na cidade de Manaus, e que √© muito estudado, tem cerca de 500 esp√©cies de peixe. ‚ÄúIsso aumenta a import√Ęncia do rio Madeira e abre potencial para a aplica√ß√£o de outros estudos‚ÄĚ, disse, Mar√ßal. O estudo ainda introduziu chips em 370 peixes de 10 esp√©cies migrat√≥rias para monitor√°-los.

Carolina D√≥ria, coordenadora do Laborat√≥rio de Ictiofauna e Pesca da Universidade Federal de Rond√īnia (Unir), e que participou do monitoramento em parceria com a empresa, afirma que o rio Madeira √© um rio diferente por causa de sua geologia e tamb√©m por ser o segundo maior afluente do rio Amazonas. ‚ÄúO esfor√ßo amostral deste estudo √© √≠mpar, certamente em outros rios da Amaz√īnia poderia ser encontrada esta diversidade, caso estudos como estes fossem feitos‚ÄĚ, disse ao iG .

Tiro no pé
As boas not√≠cias em rela√ß√£o √† biodiversidade podem servir como um agravante no impacto ambiental ocasionado com a constru√ß√£o das usinas Santo Ant√īnio e Jirau, no rio Madeira. ‚ÄúOs impactos das usinas hidrel√©tricas no estoque de peixe √© bastante conhecido, portanto eles publicarem esses dados √© uma prova de que n√£o sabem exatamente o que fazem‚ÄĚ, disse ao iG Artur de Souza Moret, coordenador do grupo de pesquisa sobre energia renov√°vel sustent√°vel da Unir.

O professor explica que com as usinas ocorre a interrup√ß√£o da migra√ß√£o de peixes causando tamb√©m o desequil√≠brio no ecossistema. ‚ÄúH√° a modifica√ß√£o do ambiente e por isso outras esp√©cies de peixe predominam e outras n√£o‚ÄĚ, disse.

A usina afirma que o sistema chamado transposição de peixes , um canal com cerca de dez metros de largura e 900 metros de extensão, permite a migração dos animais rio acima, garantindo a reprodução das espécies mesmo com a usina em operação. Com o canal, os peixes poderiam usar este caminho para ultrapassar a barragem na época da piracema.

Por√©m, com o estudo realizado pela usina, os pesquisadores determinaram √°reas onde a constru√ß√Ķes de novas hidrel√©tricas seriam prejudiciais. ‚ÄúAs usinas de Santo Ant√īnio e Jirau j√° est√£o constru√≠das, mas n√£o √© interessante que sejam implementadas novas usinas. Principalmente no trecho que vai de as √°reas que v√£o do Guapor√©-Mamor√© e de Porto Velho a foz do Madeira-Amazonas. √Č importante que estas √°reas sejam preservadas‚ÄĚ, disse Carolina ao iG .

http://www.ig.com.br


Estimulamos o debate suadável. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato