Últimas Notícias

Pesca excessiva causa invas√£o de √°guas-vivas nos oceanos

agua-vivaEm vários países, as pessoas já não se preocupam apenas se vão se queimar com o sol na praia, mas também se podem se queimar com uma água-viva enquanto tomam banho de mar. Desde os anos 2000, essas criaturas gelatinosas dominam os oceanos e colocam a pesca, o turismo e o habitat marinho em perigo.

A causa disso ainda √© n√£o √© completamente certa: talvez seja um fen√īmeno c√≠clico, causado por mudan√ßas nas correntes marinas, ou tenha a ver com o aquecimento global. Entretanto, a op√ß√£o mais aceita √© que a culpa √© principalmente dos seres humanos.

Um novo estudo realizado por pesquisadores do Institut de Recherche pour le Développement (IRD), da França, indica que a pesca excessiva é um dos principais fatores que contribuem com a proliferação das águas-vivas.

Peixes como o atum e as tartarugas marinhas s√£o predadores desses animais gelatinosos, tamb√©m conhecidos como medusas. Entretanto, eles est√£o desaparecendo com a pesca intensa, assim como sardinhas e anchovas, que competem com as √°guas-vivas por alimento ‚Äď o zoopl√Ęncton, conjunto de organismos aqu√°ticos que n√£o tem capacidade fotossint√©tica e que vivem dispersos na √°gua, sendo arrastados pelas correntes.

Esses peixes pequenos tamb√©m comem ovos e larvas de √°gua-viva e, em condi√ß√Ķes normais, regulam a popula√ß√£o. Na aus√™ncia deles, n√£o h√° nada que impe√ßa a prolifera√ß√£o dos seres gelatinosos.

Comparação

Para entender as consequ√™ncias da pesca excessiva, pesquisadores compararam dois ecossistemas pertencentes ao mesmo oceano, em uma √°rea conhecida como Benguela, no sul da √Āfrica.

O primeiro ecossistema estudado √© localizado na costa da Nam√≠bia, onde a pesca √© livre. L√°, as √°guas-vivas dominam a costa marinha. O segundo lugar estudado foi um ecossistema localizado mil quil√īmetros ao sul do primeiro, na √Āfrica do Sul. A pesca no local vem sendo controlada rigidamente nos √ļltimos 60 anos. Resultado: a popula√ß√£o de medusas n√£o aumentou.

Consequências

Assim como a pesca excessiva est√° causando estragos ao mares, as √°guas-vivas trazem dificuldades para a pesca. Invas√Ķes de √°guas-vivas gigantes (Nomuras) no Jap√£o, por exemplo, arrebentam redes de pesca e deixam os peixes com uma esp√©cie de limo nas escamas, o que dificulta sua venda.

Além disso, a invasão de águas-vivas no futuro pode dificultar o turismo, economia e atividades sociais.

Na Escócia, uma usina nuclear teve que interromper suas atividades depois que um de seus filtros ligados ao mar foi entupido por medusas.

Brasil

Houve um aumento consider√°vel de √°guas-vivas nas praias brasileiras nos √ļltimos anos. Em 2012, s√≥ no m√™s de janeiro, mais de 12 mil acidentes com √°guas-vivas foram registrados no litoral do Paran√°. No ano anterior, houve 500 casos. Uma das praias de Guaratuba teve que ser interditada pelo Corpo de Bombeiros por essa raz√£o.

Os estados de Santa Catarina e S√£o Paulo tamb√©m contabilizam centenas de acidentes com medusas nos √ļltimos anos.

http://hypescience.com


Estimulamos o debate suadável. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato