Últimas Notícias

Audiência pública volta a discutir cota mínima para o Lago de Furnas em MG

Lago de Furnas já se recuperou em 70% desde 2012 (Foto: Reprodução EPTV)Uma audiência pública promovida pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais discutiu em Alfenas (MG) a definição de uma cota mínima para o nível do Lago de Furnas. Ao todo, 34 cidades dependem economicamente da represa. Por causa do baixo nível do lago no fim de 2012, tanques-rede foram desativados e muitos criadores de peixes perderam toda a produção.

Com a estiagem, o nível da represa chegou a ficar 14 metros abaixo do nível normal. Neste ano, a água já subiu cerca de 10 metros na represa.

Para o Comitê da Bacia Hidrográfica de Furnas, a cota mínima da represa deveria ser de 762 metros. No fim do ano passado, o nível da água chegou a 753 metros e caso ele atingisse 750, não seria possível gerar a energia elétrica. Hoje o Lago de Furnas está com o nível de 763,7 metros acima do nível do mar.

Entre as propostas discutidas durante a audiência pública está a criação de um licenciamento ambiental para o Lago de Furnas.

Segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico, a Hidrelétrica de Furnas é responsável por cerca de 10% da geração de energia elétrica do país.

http://g1.globo.com


Estimulamos o debate suadável. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato