Últimas Notícias

Países decidem restringir pesca de atum ameaçado no Pacífico em 2014

pesca-predatoria-atum-rabilhoOs países da região do Pacífico decidiram reduzir em 15% o volume de pesca de exemplares de atum-rabilho (Thunnus thynnus) na região, um acordo que a organização não-governamental Greenpeace considera insuficiente para proteger esta espécie ameaçada.

Nove países e territórios, entre eles Japão, Estados Unidos, China, Coréia do Sul e Taiwan, concluíram o acordo ao final de uma reunião da Comissão de Pesca do Pacífico Ocidental e Central, realizada durante quatro dias na cidade japonesa de Fukuoka.

Todos os governos participantes decidiram reduzir em 15% em 2014 suas capturas de exemplares de atum-vermelho com idade de até três anos. A medida vale em relação às capturas efetuadas entre 2002 e 2004, informou a Agência Pesqueira japonesa.

O acordo ainda tem que ser validado pela Assembleia Anual da Comiss√£o, prevista para acontecer em dezembro, na Austr√°lia.

O Greenpeace considerou insuficiente o recorte e pediu pela proibição total da pesca desta espécie. A ONG ressalta que a pesca em escala industrial mata muitos exemplares jovens antes que eles possam se reproduzir, oferecendo risco a esta espécie.

Em risco
Relatório apresentado pela União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN da sigla em inglês), afirma que mais da metade das espécies de atuns está ameaçada de extinção.

Segundo o estudo, publicado pelo jornal “Science” em 2011, cinco em cada oito tipos de atuns est√£o em situa√ß√£o grave de sobreviv√™ncia, sendo que tr√™s sofrem risco de desaparecer em todo planeta e outras duas esp√©cies est√£o sob amea√ßa e n√£o h√° como agir para ajudar.

O atum √© um dos peixes mais procurados pelo mercado de pesca principalmente na √Āsia. No Jap√£o, sua carne √© utilizada na produ√ß√£o de sushis e sashimis.


Estimulamos o debate suadável. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato