Últimas Notícias

Terminal pesqueiro de Cabedelo chama atenção de grandes indústrias

terminal pesqueiro do parana 03O projeto de reabertura do terminal pesqueiro de Cabedelo despertou o interesse dos grandes industriários do país. Quem esteve nesta terça-feira (03) na Paraíba para oficializar sua disposição em investir foi o empresário catarinense Jorge Seif – do grupo JS Pescados – dono do maior terminal pesqueiro privado do país, instalado em Itajaí – SC.

Diante dos superintendentes federais da Pesca da Paraíba e do Rio Grande do Norte, Samuel Lemos e Abraão Junior, e do secretário executivo da pesca da Paraíba, Sales Dantas, o industriário destacou sua capacidade operacional como ‘portfólio’ do seu interesse de se instalar na cidade portuária. De acordo com o garantiu, parte de sua frota será transferida para o litoral paraibano, no intuito de fazer do Estado o maior extrator de atuns do país.

“A experiência de Jorge Seif nos deixa bastante animados. Os peixes que habitam na nossa costa estão morrendo de velhos, sem ter quem os pesque. Por aqui passam os maiores cardumes de atum e sardinha da costa brasileira e não estão sendo pescados”, relatou Lemos.

Quem também destacou como relevante o interesse de um empresário do porte de Jorge Seif no terminal de Cabedelo foi o secretário Sales Dantas, um dos responsáveis pelo projeto de reativação da estrutura.

“Demos um passo importante quando conquistamos a reativação do terminal. Mesmo com a pressão dos que torciam que não acontecesse, plantamos a ideia, regamos com suor e agora estamos colhendo os frutos. Provamos o tamanho da importância desse projeto quando um nome como Jorge Seif vem pessoalmente mostrar seu interesse em trabalhar no espaço”, comemorou Dantas.

terminal pesqueiro do parana 04O impacto econômico do acordo não refletiria apenas nas contas do governo, como explica Dantas, mas na economia local e principalmente no bolso dos pescadores. O pacto prevê a contratação de 500 profissionais da pesca, além de outras centenas que se beneficiariam indiretamente.

Ainda segundo Sales, o próximo passo do projeto de reabertura do terminal será conseguir as licenças para a pesca ‘de cerco’, que, junto a de ‘espinhel’, irá incrementar a pesca oceânica paraibana.

“O objetivo é ampliar o leque de atividades, proporcionando um terminal trabalhando nos três turnos”, detalhou Sales, destacando em seguida. “Tudo isso que conquistamos é fruto da união de forças, tendo como foco a sincronização das ações, de forma que o Estado definitivamente cresça na pesca”.

http://www.folhadosertao.com.br


Estimulamos o debate suadável. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato