Últimas Notícias

Polícia prende 14 por suspeita de crime ambiental na região de Ribeirão Preto

algemasA Polícia Militar Ambiental de Ribeirão Preto (313 km de São Paulo) prendeu hoje ao menos 14 pessoas suspeitas de crime ambiental.

Eles estavam na zona rural de Araraquara (273 km) e São Carlos (232 km). Uma investigação, que durou cerca de três meses, levou a polícia até os suspeitos.

Até as 11h30, haviam sido apreendidas 27 armas de fogo, 200 cartuchos, materiais de pesca e caça e 20 quilos de carne de animal silvestre. Uma parte da carne foi identificada como sendo de capivara. Foi montada uma operação para cumprimento de mandados de busca e apreensão. De acordo com a polícia, a maioria dos mandados foi cumprido em ranchos às margens do rio Mogi Guaçu. Os detidos irão responder por crime ambiental e porte ilegal de arma de fogo.
O capitão da corporação Gilson Silva Pinto disse que um dos objetivos da operação é coibir a pesca por conta da piracema, período de reprodução dos peixes.

“O que nos chama a aten√ß√£o √© que, independentemente da √©poca, toda vez que deflagramos uma opera√ß√£o como essa sempre encontramos muitas pessoas que ainda ca√ßam”, disse Pinto.

As armas serão apreendidas pela Polícia Civil e os materiais de caça serão destruídos. Segundo o capitão, a operação continuaria durante o período da tarde.


Estimulamos o debate suadável. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato