Últimas Notícias

Pará volta a ser o maior produtor de pescado do país, revela estudo

Estado produziu mais de 700 toneladas de pescado. (Foto: Divulgação/ Ascom Sepaq)Em de 2013, o Pará totalizou a produção de 728.393 toneladas de pescado, ultrapassando o Estado de Santa Catarina, que até 2012 estava no primeiro lugar do ranking da produção de pescado no Brasil. A estatística é da Secretaria de Pesca e Aquicultura do Pará (Sepaq) em parceria com a Superintendência Federal da Pesca no Pará, que entregaram na última quarta-feira (8) um estudo ao ministro da Pesca e Aquicultura, Marcelo Crivella, em Brasília.

Os dados estatísticos mostram que o Pará é o maior produtor, o que inclui pesca industrial, artesanal e piscicultura (peixe criado em cativeiro). Da produção de 728.393 toneladas de pescado, 670.961 foram da pesca artesanal (92,1%); 41.250 da pesca industrial (5,7%) e 16.182 da piscicultura (2,2%).

Na pesca artesanal os maiores produtores são os municípios de Belém, Tucuruí, Abaetetuba, Curuçá, Monte Alegre, Oriximiná. Na piscicultura os municípios que mais produziram em 2013 foram Benevides e Brejo Grande do Araguaia.

“Isso representa uma vitória para o Estado, pois vamos conseguir trazer mais recursos federais para o desenvolvimento da pesca e ampliar a parceria com o Ministério da Pesca e Aquicultura”, garante o gestor da Sepaq, André Pontes. O ministro confirmou o apoio à produção paraense: “Uma das metas estabelecidas para 2014 é capacitar 4760 pessoas no Estado, gerando mão de obra técnica para o setor pesqueiro e aquícola do Pará”, disse Crivella.

Dados do Relatório de Produção Pesqueira Anual do Pará apontam que existem hoje 275.000 pescadores cadastrados no Estado. Na pesca artesanal e industrial existem mais de 80 espécies de peixes que são capturadas no Pará. Já na piscicultura são 21 espécies que são produzidas em cativeiro no território paraense.


Estimulamos o debate amistoso. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato