Últimas Notícias

Sema incinera redes e tarrafas utilizadas na pesca depredatória no MS

material de pesca predatoria apreendido no ms sera insinerado (foto divulgação)A Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) irá inutilizar mais de 2 mil redes e tarrafas usadas na pesca depredatória. O material apreendido em operações de fiscalização durante o período de defeso da piracema de 2013-2014 e 2012-2013 será incinerado em um forno localizado no distrito industrial de Cuiabá.

O material que estava recolhido em um deposito na Sema foi reunido em sete caminhonetes. Além do material apreendido cerca de 150 quilos de pescado irregular, das espécies pintado, cachara, jaú e pacu, apreendidos nos últimos dias no rio Cuiabá nas proximidades das comunidades de Valo Verde e Engenho Velho, no município de Santo Antônio do Leverger, serão doados a Associação dos Amigos da Criança com Câncer (AACC) e Casa do Imigrante, da Pastoral Imigrante.

O superintendente de Fiscalização da Sema, Osmar Farias, disse que desde o início do período de defeso da piracema, em 1º de novembro até agora, já foram apreendidos em operações de fiscalização cerca de 7 toneladas de pescado irregular. “Esse numero de apreensões já é maior do que todo o pescado irregular apreendido no ano passado”. Segundo o superintendente, a explicação para o grande volume de apreensões realizadas nesta piracema é o aumento do efetivo envolvido nas operações.

“O trabalho conjunto entre a Sema, Polícia Civil por meio da Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema), a Polícia Militar Ambiental e o Juizado Volante Ambiental (Juvam), tem trazido resultados expressivos”, destacou.

Entre os meses de novembro e dezembro de 2013 um total de 6.390 pessoas foram abordadas e orientadas; a fiscalização vistoriou 2.353 veículos, 298 embarcações e o estoque de vários empreendimentos.

Nesses dois meses foram apreendidos dois veículos; 56 embarcações; 31 peças de pescado; 1.999 apetrechos utilizados na pesca depredatória; 12 armas; dois motores e 20 pessoas foram presas. A Sema emitiu 19 Autos de Infração; 105 Autos de Inspeção; 84 Termos de Apreensão e 16 Termos de Doação de pescado a entidades filantrópicas.

De acordo com o superintendente, as fiscalizações continuarão a ser realizadas nos pontos considerados mais críticos entre eles a Baixada Cuiabana. Além disso, no interior do estados as unidades desconcentradas da Sema também estarão intensificando as fiscalizações, com o apoio da Polícia Militar Ambiental.

O período de defeso da piracema segue até o próximo dia 28 de fevereiro sendo proibida a pesca no estado inclusive na modalidade pesque e solte.

Para receber denúncias sobre a prática de crimes ambientais a Sema disponibiliza o telefone da Ouvidoria Setorial, 0800 65 3838 ou no site do órgão, no link da Ouvidoria.

Denuncia também podem ser encaminhadas para as unidades do órgão no municípios de Sinop, Cáceres, Barra do Garças, Juína, Rondonópolis, Tangará da Serra, Alta Floresta, Guarantã do Norte, Aripuanã, Vila Rica e Juara.

http://www.midianews.com.br


Estimulamos o debate amistoso. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato