Últimas Notícias

Homem tem o olho perfurado por anzol de pesca e perde a córnea

Homem perde a córnea em pescaria, anzol atravessou o olhoUm acidente durante uma pescaria deixou um homem na fila do transplante em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. Dois amigos estavam pescando na tarde de sábado (8), no Serrote do Urubu, Zona Rural do município, quando o anzol entrou no olho de um deles.

A vítima foi o operador de máquinas, Evanil Bernardo da Silva, de 49 anos, morador do Núcleo 10 do Projeto de Irrigação Senador Nilo Coelho. Evanil relatou que estava pescando com um amigo quando o acidente aconteceu. “Eu estava mais ou menos há uns três metros de distância, quando ele lançou o anzol que ficou preso. Depois ele puxou e acabou atingindo minha pálpebra de baixo, atravessando o olho. Na hora não dava pra enxergar. Ficou uma luz branca. Senti bastante dor”, descreveu.

Logo após o acidente, o homem foi encaminhado para o Hospital Universitário do Vale do São Francisco (HU), na área central da cidade. “Quando eu cheguei lá não tinha especialista. Ninguém se arriscava a mexer no meu olho. Então, o diretor do hospital começou a buscar um médico para cuidar do caso”, afirmou a vítima.

Evanil foi atendido na noite do mesmo dia pelo médico oftalmologista Julio Lossio, que é cirurgião especialista e também prefeito de Petrolina. “Ele tirou o anzol e passou os medicamentos. Quando retornei para o atendimento ele me disse que teria que passar por um transplante de córnea”, contou o homem que está fazendo uma bateria de exames que devem ser finalizados ainda nesta semana.

Segundo o especialista, o acidente perfurou a pálpebra e o globo ocular, mas a retina foi preservada. No entanto ele deve passar por uma cirurgia complexa. “Ele teve uma lesão de córnea e no cristalino, então é provável que seja necessário realizar uma cirurgia tríplice: transplante de córnea, retirada da catarata e o implante de uma lente intraocular”, explicou Julio Lossio.

De acordo com o oftalmologista, o caso foi o primeiro desta gravidade na região. “A situação foi muito dramática para o paciente e até pra nós, já que é raro ver uma lesão tão capciosa e o paciente ainda ter a visão preservada. Ele deu muita sorte. Chegou rápido ao hospital e nós tínhamos os equipamentos necessários, o que acabou ajudando”, destacou.

De acordo com o médico, se Evanil não tivesse recebido o atendimento adequado poderia perder o olho completamente. “Na hora de pescar é importante ter cuidado ao puxar o anzol já que se a corda de náilon ficar presa, ela pode virar uma verdadeira flecha e foi isso que aconteceu com o paciente”, disse o médico.

Sobre o futuro de Evanil Silva, o oftalmologista garante que a visão será totalmente reestabelecida. “Já o inscrevemos na lista de transplante e todo o procedimento será feito aqui em Petrolina. Dentro dos próximos dois ou três meses, vamos programar a cirurgia e depois ele será acompanhado por, pelo menos, um ano”, afirmou Lossio.

Em caso de lesões nos olhos, o médico recomenda preservar o conteúdo ocular. “Deixar os olhos fechados, mas sem apertar muito e procurar o mais rápido possível uma unidade de saúde”, recomendou o oftalmologista.


Estimulamos o debate amistoso. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato