Últimas Notícias

Justiça concede liminar e pescadores artesanais estão liberados para pesca da tainha em SC

Protesto em frente o MPA de Santa CatarinaO “vento suli” chegou com força nesta sexta-feira e aumentou a expectativa da chegada dos cardumes de tainha, que acompanham as frentes frias para a desova em águas manés. Bom para os pescadores, que conseguiram depois de muito protestar uma liminar do juiz Marcelo Krás Borges para captura do pescado com a rede anilhada _ a safra iniciou em 15 de maio e desde então os trabalhadores estavam impedidos de pescar, devido a proibição do uso da rede anilhada na captura do pescado.

A decisão saiu às 19h30min do dia 23/05 e um grupo de 90 trabalhadores, que estavam de vigília na Superintendência da Pesca, no Centro de Florianópolis, recebeu cópias do documento.

Pescador artesanal em protesto em Santa Catarina A gente só queria pescar. Tem notícias de peixes vindos do Sul, na região de Passo de Torres (Sul do Estado), e por isto os pescadores estavam nervosos com este impasse — disse o presidente da Federação dos Pescadores de Santa Catarina, Ivo Souza.

Os protestos contra a proibição do uso da rede de cerco na pesca da tainha começou por volta das 10h, na própria Superintendência. O Ministério da Pesca já autorizou, falta o consentimento do Meio Ambiente.

Para pressionar a liberação, os pescadores, representando colônias do litoral catarinense, partiram em direção à Assembleia Legislativa de Santa Catarina, onde esticaram uma rede, fechando a Rua Doutor Jorge Luz Fontes. Em seguida, o grupo partiu para a sede do Ibama em Santa Catarina, onde bloquearam por meia hora as duas pistas da Avenida Mauro Ramos, por volta de 15h.

Pescador artesanal em protesto em Santa CatarinaUma comissão de pescadores foi chamada para uma audiência com o procurador-geral do Ibama em Santa Catarina, Henrique Albino Teixeira, que se comprometeu a encaminhar ofício ao Ministério do Meio Ambiente, em Brasília. A resposta deve vir só na semana que vem.

Com o vento sul soprando e as temperaturas caindo, a última esperança dos pescadores para colocar os barcos na água ainda neste sábado era uma mandado de segurança do juiz federal Marcelo Krás Borges, autorizando temporariamente a captura com a rede. Uma nova equipe de pescadores foi destacada para convencer o magistrado, que acabou acatando o pedido das dezenas de trabalhadores. A pesca está liberada, por enquanto.


Estimulamos o debate amistoso. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato