Últimas Notícias

Patram encerra feriad√£o com 9 pris√Ķes por pesca predat√≥ria no RS

Patram encerra fiscalizazao no Rio Grande do Sul e apreende materiais ilegais de pesca 3Entre os dias 18 e 21 de abril, o 3¬ļ Pelot√£o Ambiental de Camaqu√£ intensificou a fiscaliza√ß√£o no combate √† pesca predat√≥ria na sua regi√£o de abrang√™ncia, principalmente nos munic√≠pios de Camaqu√£, Tapes e Arambar√©.

No sábado (18/4), em fiscalização na Laguna dos Patos, no município de Arambaré, foram recolhidas algumas redes que estavam armadas dentro da lagoa, sem procedência. Após, ao realizar fiscalização no interior da Lagoa Formosa, que fica na divisa de Tapes e Arambaré, foram encontradas diversas redes armadas no entorno da lagoa, que estavam sendo armadas por quatro homens em uma embarcação.

Eles foram abordados e questionados se possu√≠am o Registro Geral de Pesca (RGP) no Minist√©rio da Pesca e Aquicultura, informaram ent√£o que n√£o possu√≠am, o que pro√≠be o uso de redes. Por n√£o serem pescadores profissionais, se enquadrando como pescadores amadores, conforme a Portaria IBAMA n¬ļ 4 de 2009. Foram apreendidas com os homens residentes na cidade de Ven√Ęncio Aires, 19 redes de pesca, totalizando 835 metros de redes de pesca.

Patram encerra fiscalizazao no Rio Grande do Sul e apreende materiais ilegais de pescaApós revista no acampamento dos envolvidos, foi dada voz de prisão aos quatro, sendo os mesmos conduzidos à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento de Camaquã, devido o crime de pesca mediante petrecho proibido ser de maior potencial ofensivo, conforme prevê o artigo 34 da lei dos crimes ambientais.

Na segunda-feira (20/4), em fiscalização na Barragem do Arroio Duro em Camaquã, foi realizada a prisão de um homem residente na cidade de Viamão, o qual estava eviscerando (tirando as vísceras) e filetando peixes que acabara de pescar na barragem com a utilização de redes. Ele informou não ser pescador profissional e que estaria pescando somente para consumo próprio, fato que o impede de pescar com a utilização de redes.

Patram encerra fiscalizazao no Rio Grande do Sul e apreende materiais ilegais de pesca 2No seu acampamento foram encontradas 12 redes de pesca e aproximadamente seis quilos de pescado. O mesmo foi conduzido à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento de Camaquã, preso em flagrante pelo crime de pesca mediante petrecho proibido, sendo também apreendidos, nesta oportunidade, aproximadamente 150 metros de redes que estavam armadas na Barragem do Arroio Duro, sem procedência.

Na terça-feira (21/4), em fiscalização na Laguna dos Patos, Praia do Areal em Camaquã, os policiais militares flagraram quatro homens realizando pesca mediante a utilização de redes, nas margens da laguna. Os quatro homens, residentes em Canoas, alegaram não serem pescadores profissionais, sendo encontradas em posse dos mesmos 200 metros de redes e aproximadamente 5 quilos de pescado. Em decorrência, foram encaminhados à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento de Camaquã, presos em flagrante por pesca mediante petrecho proibido.


Estimulamos o debate suadável. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato