Últimas Notícias

Ministérios da Pesca e do Turismo vão apoiar destinos da pesca esportiva

Torneio de pescaOs ministérios da Pesca e Aquicultura (MPA) e do Turismo vão realizar um plano de ações para promover e estruturar os destinos da pesca amadora e esportiva.

Em parceria com a Associação Nacional de Ecologia e Pesca Esportiva (Anepe), os órgãos vão promover o Campeonato Brasileiro e Copa do Mundo de Pesca Esportiva, ambas as competições são inéditas no Brasil.

Um dos desafios para o ministério da pesca, é resolver os conflitos com a pesca profissional.

O Acordo de Cooperação celebrado entre as pastas estabelece relações entre os ministérios, com vistas à implementação de ações conjuntas para fortalecer a relação entre as atividades de pesca e aquicultura e o turismo no Brasil.

A execução de um Plano de Ação cria incentivos e fortalece a atividade e a cadeia da pesca amadora. Visa também, promover a valorização dos produtos aquícolas e pesqueiros além de fomentar o consumo do pescado brasileiro.

O termo de cooperação entre os ministérios é norteado por eixos temáticos, que compõe as ações executivas para alcance dos resultados que culminarão para o desenvolvimento da atividade e o turismo de pesca nacional.

Para que tudo se encaminhe conforme o planejado, foram elaborados eixos temáticos propostos pelo Plano de Ação de Pesca Amadora/Esportiva:

  1. Fortalecer o segmento de turismo de pesca.
  2. Identificar e propor estratégias para o desenvolvimento de destinos e roteiros turísticos relacionadas ao turismo de pesca.
  3. Avaliar os conflitos decorrentes da pesca profissional e da pesca amadora que impactem na atividade turística.
  4. Conhecer o perfil dos turistas nacionais e internacionais que visitam o País tendo como motivação o turismo de pesca, bem assim as principais características da viagem.
  5. Conhecer a oferta turística brasileira relacionada ao turismo de pesca.
  6. Participar, divulgar ou realizar eventos relacionados ao segmento de turismo de pesca.
  7. Promover a articulação junto às instâncias governamentais e não-governamentais dos setores do turismo e da pesca amadora.
  8. Fornecer informações estratégicas para o processo de planejamento turístico dos estados e municípios.

Segundo o Ministério do Turismo, o Brasil, apesar de contar com mais de um milhão de adeptos e ter realizado 140 torneios no último ano, ainda não conhece o impacto desse esporte na economia.

Vele lembrar que existem inúmeros campeonatos de pesca em diversas regiões do país realizados de forma independente que não fazem parte das estatísticas do ministério do turismo.


Estimulamos o debate amistoso. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato