Últimas Notícias

Homem que abateu peixe serra de quase 500 kg recebe multa de R$30 Mil no Maranhão

Homem recebe multa no valor de 30 mil reais por abater peixe serra no maranhaoUm peixe-serra de pouco mais de 500 quilos foi capturado por pescadores, na zona costeira do município de Alcântara (MA) após ficar preso à rede de pesca.  Apesar de parecer com um tubarão, o animal é representante da ordem Pristiformes e da família Pristidae, classificado entre os peixes batoides, em outras palavras, as raias.

O animal é considerado ameaçado de extinção, no entanto, isso não impediu que fosse morto e sua carne vendida ainda no local.

O pescador João Veríssimo Rodrigues, de 68 anos, conhecido como Quatrocentos, foi multado em R$ 30 mil, na quinta-feira (11), por ter capturado um peixe do tipo “cação espadarte” de quase 500 kg nesta semana, na zona costeira de Alcântara, no Maranhão.

Segundo o delegado Sebstião Uchôa, da Delegacia de Meio Ambiente (DEMA), o pescador foi conduzido ao órgão por policiais civis “tão logo se tomou conhecimento da notícia”. Ele prestou depoimento e foi liberado em seguida.

No termo de declaração, o pescador afirma que não teve a intenção de fazer a capturar e que foi surpreendido pelo animal, que teria encalhado na rede lançada por ele e mais dois amigos.

Homem recebe multa no valor de 30 mil reais por abater peixe serra no maranhao 2Segundo Quatrocentos, como o peixe já estava morto, ele decidiu vender a carne por R$ 2,00 o preço do quilo, tendo distribuído parte à comunidade onde mora, na Raposa.

O homem alega que trabalha há mais de 50 anos como pescador e que só possui duas canoas simples, sem equipamentos de estudos ou sonares, realizando o trabalho de maneira rústica e com o objetivo de assegurar a sobrevivência da família.

Ele foi aututado por “comercialização de produto de pesca sobre espécies sobre-explotadas ou apreendidas de sobre-explotação” (retirada, extração ou obtenção de recursos naturais, geralmente não-renováveis, para fins de aproveitamento econômicos) e teve multa fixada em R$ 30 mil, de acordo com os artigo 70 da Lei 9.605/98 (Lei de Crimes Ambientais) e artigo 29 e 40 do Decreto 6.514/2008.


Deixe o seu Comentário - Dúvidas e perguntas envie um email para contato@pescamadora.com.br