Últimas Notícias

Pescadores manuseiam redes e zagaias entre peixes mortos no AM

Pescadores manuseiam redes e zagaias entre os peixes mortos no AMO fen√īmeno da mortandade de peixes nos lagos e paran√°s do munic√≠pio de Manaquiri (a 60 quil√īmetros de Manaus) e que pode alcan√ßar a marca de 32 mil toneladas de peixe ‚Äď tem levado pescadores profissionais e extrativistas a pescar esp√©cies que est√£o na lista do per√≠odo de defeso.

Mas, especialistas alertam que a qualidade do pescado da regi√£o est√° comprometida, impr√≥pria para o consumo humano, por conta do excesso de mat√©ria org√Ęnica nas √°guas, que est√£o aquecidas em virtude do per√≠odo de forte calor na regi√£o.

Ao percorrer as √°guas do paran√° do Manaquiri at√© o lago Grande, a equipe do EM TEMPO presenciou in√ļmeros pescadores manuseando redes e zagaias. Entre os peixes mortos nas √°guas e nas margens foram encontradas esp√©cies como surubins, pirararas, cuius, roelos, tra√≠ras, bod√≥s, acar√°s, arraias, poraqu√™s e tucunar√©s.

Pescadores manuseiam redes e zagaias entre os peixes mortos no AM 4Conforme o pescador aposentado Lu√≠s Freire de Souza, 67, muitos pescadores estavam selecionando peixes ainda vivos, em √°reas onde ocorreram densa mortandade, para vender a frigor√≠ficos do munic√≠pio de Manacapuru (a 68 quil√īmetros de Manaus).

Pescador há 50 anos na região, Luis fez a previsão de que o nível das águas do lago Grande, por exemplo, deverá baixar mais ao ponto de se tornar intrafegável, até o final desta semana, caso não chova na região, o que deve aumentar a mortandade do pescado.

Dentro dessas condi√ß√Ķes, ele sugeriu que os √≥rg√£os ambientais, ao perceberem o per√≠odo de grande seca no Amazonas, liberem a pesca de esp√©cies inclu√≠das na lista do defeso, antes que inicie o fen√īmeno que, para ele come√ßou a ficar mais forte desde 2005, quando foi registrada uma das maiores secas dos √ļltimos anos.

Pescadores manuseiam redes e zagaias entre os peixes mortos no AM 5O pescador lembrou que, naquele ano, viu na regi√£o pela primeira vez uma mortandade de peixes muito grande. Voltou a assistir o fen√īmeno em 2009 e desde 2012 n√£o via mais.

‚ÄúDaqui a alguns dias essa √°gua do lago deve acabar. E mais para baixo, mais peixes v√£o morrer por conta da baixa oxigena√ß√£o. Os √≥rg√£os ambientais deveriam liberar a pesca, antes que os peixes come√ßassem a morrer. Agora muitos de n√≥s estamos catando os peixes vivos para ganhar uns trocados com outros pescadores que vendem para os frigor√≠ficos‚ÄĚ, contou.

Desperdício
Pescadores manuseiam redes e zagaias entre os peixes mortos no AM 2Com a canoa cheia de surubins, o produtor rural Juciclei Souza Garcia, 26, disse que estava pescando no lago Grande apenas para levar alimento para casa. A zagaia na mão esquerda foi lançada e ele acertou uma pirarara média que tentava sobreviver sobre a densa água cor de lama. Para ele, deixar os peixes morrer por morrer é um desperdício muito grande.

‚ÄúTem gente das col√īnias de pescadores que diz que n√£o podemos pescar. Mas o peixe est√° morrendo nessa √°gua que est√° muito quente. Por isso, √© melhor pescar logo e aproveitar antes que morra e apodre√ßa‚ÄĚ, comentou. ‚ÄúE se a √°gua continuar baixando do jeito que est√°, vai morrer muito mais‚ÄĚ, pontuou.

Pesca deve ser respons√°vel
Para Geraldo Bernardino, n√£o √© √©tico da parte dos pescadores profissionais pescarem um peixe que est√° morrendo por um problema ambiental. Segundo ele, mesmo os peixes que s√£o pescados vivos nesses ambientes de mortandade podem causar s√©rios riscos √† sa√ļde de quem os consomem.

Pescadores manuseiam redes e zagaias entre os peixes mortos no AM 3Bernardino explicou que nesse per√≠odo o peixe fica impr√≥prio para o consumo porque ele est√° num estado de estresse ambiental e tamb√©m porque est√° contaminado por conta da queda de oxig√™nio e o alto n√≠vel de concentra√ß√£o de mat√©ria org√Ęnica. ‚ÄúUm peixe para ser consumido ele tem uma regra de captura em √°rea de pesca. Tem que ser capturado vivo dentro de uma √°gua pr√≥pria. Tem que ser pesca sustent√°vel e respons√°vel‚ÄĚ, apontou.

Uma vez que os peixes levados a eles chegam dentro de caixas com gelo. ‚ÄúA nossa recomenda√ß√£o √© que o pescador profissional e o cidad√£o comum capturem em tempo adequado os peixes. O peixe morto se transforma em mat√©ria org√Ęnica que mais para frente ajuda a melhorar a qualidade dos lagos e igarap√©s”.

Jornal Em Tempo

Kalua Barco Hotel


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato