Últimas Notícias

Rejeitos chegam ao mar e preocupa quem vive da pesca e do turismo no ES

Rejeitos chegam ao mar e preocupa quem vive da pesca e do turismo no ESA lama com rejeitos de minério chegou ao mar, no fim de semana. A foz do Rio Doce, que trouxe o material, fica no município de Linhares, no Espírito Santo, onde o domingo (22) foi de muita preocupação e incertezas, principalmente para quem vive da pesca e do turismo.

O encontro dos dois gigantes foi inevitável, o Rio Doce agora divide com o oceano, a tarefa de diluir a mancha marrom. Um canal na foz foi aberto por máquinas contratadas pela mineradora Samarco para facilitar o caminho da lama até o mar. A água suja segue em direção às praias e a prefeitura de Linhares já alertou os turistas.

A lama com rejeitos de mineração também chegou ao estuário, lugar cheio de ilhas e manguezais que fica na foz do Rio Doce, em Regência. Um berçário natural, reduto de desova e reprodução de animais aquáticos.

Rejeitos chegam ao mar e preocupa quem vive da pesca e do turismo no ES 2Boias instaladas pela Samarco, infelizmente, não seguraram a mancha, mas a empresa afirma que mesmo deixando passar água suja, as boias tiveram a eficiência esperada.

No P√≠er de Reg√™ncia, muita gente parou para ver a lama e agora, enquanto o mar, aos poucos, vai engolindo as marcas da pior trag√©dia ambiental do pa√≠s, fica a preocupa√ß√£o de quem tirava o sustento do Rio Doce. ‚ÄúNossa √°gua aqui n√≥s n√£o temos para beber, para pescar, para comer, para nada. N√≥s estamos nas m√£os de Deus‚ÄĚ, lamenta a pescadora Alda Louren√ßo.

Portal G1 – Globo.com


Deixe o seu Comentário - Dúvidas e perguntas envie um email para contato@pescamadora.com.br