Últimas Notícias

Mergulhadores encontram tubarões mortos em espinhél na Laje de Santos

Mergulhadores encontram tubaroes mortos em espinhel na Laje de SantosQuatro tubarões foram encontrados mortos presos a uma linha de pesca fantasma, localizada nas proximidades da Laje de Santos, neste domingo (20). A aproximadamente 40 quilômetros da costa da Baixada Santista, o local é protegido por leis ambientais e é considerado um santuário marinho.

Um tubarão-martelo de quase 1,5 metro de comprimento estava entre os animais achados já sem vida. Duas tartarugas-verdes estavam com as nadadeiras presas aos anzóis, mas foram libertadas. Assim como duas rêmoras (peixes de menor porte) que, apesar de machucadas, também foram devolvidas ao mar.

A localização da linha ocorreu dentro do Parque Marinho por mergulhadores que realizavam um passeio turístico. O material foi identificado como um espinhel pesqueiro de quase 300 metros de comprimento. Trata-se de um cabo, onde são presos outros menores, com anzóis metálicos com iscas.

O monitor ambiental subaquático, Lúcio Moreira Lima Junior, que estava a bordo da lancha Pé de Pato, participou do resgate dos animais ainda vivos e da retirada do material do mar. “É algo triste, revoltante, principalmente por ser proibida a pesca neste local. Pelo menos, salvamos as tartarugas”, falou.

O mergulhador Guilherme Kodja, da Iniciativa Pro Mar (IPM), também auxiliou na operação. Ele estima que o material estava há 48 horas na água e provavelmente foi parar na Laje pela força das correntes. “É o que chamamos de petrecho fantasma, se desprendeu de algum lugar e veio parar aqui”.

Por meio de nota, o diretor regional da Fundação Florestal, Carlos Zacchi, informou que a gestão do parque já está ciente da ocorrência e que as providências foram tomadas. “Por ser um petrecho de pesca abandonado, é difícil encontramos os pescadores que o colocaram no mar. Mas vamos tentar identificar pelas características do material utilizado”.


Loja Roupas de Pesca


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Dúvidas e perguntas envie um email para contato@pescamadora.com.br