Últimas Notícias

Por que os japoneses pescam baleias se o consumo é baixo?

Carne de baleia em comercio local no JapaoA carne de baleia foi muito popular no Jap√£o depois da II Guerra por causa da escassez de comida. Era servida na forma de¬†sashimis, hamb√ļrgueres e alm√īndegas, por√©m o¬†consumo tem ca√≠do¬†nas √ļltimas¬†tr√™s d√©cadas.

Hoje, a maioria é contra a caçada a esse animal e não percebe diferenças entre sua carne e a carne de outros peixes.

Alguns dados mostram que apenas uma pequena parcela da população japonesa ainda insere a carne de baleia na sua dieta.

  • Apenas¬† 4%¬†dos japoneses afirmam que consomem carne de baleia de vez em quando;
  • Em m√©dia,¬†cada japon√™s ingere cerca de 23,7 gramas por ano. Essa quantia equivale a uma fatia de presunto;
  • Cerca de 75% do que √© abatido por ano dos oceanos n√£o chega a ser comercializado e vai direto para o freezer.

A insist√™ncia do governo japon√™s em promover a¬†pesca de baleias se deve principalmente ao lobby da ind√ļstria baleeira no Congresso. Os parlamentares t√™m garantido¬†a aprova√ß√£o dos¬†subs√≠dios estatais que¬†o setor precisa para sobreviver. Em troca, recebem empregos bem remunerados em ag√™ncias e empresas quando¬†se aposentam. A pr√°tica √© conhecida como amakudari, ou ‚Äúca√≠do do c√©u‚ÄĚ, porque os ex-deputados ganham¬†cargos nas empresas como se tivessem ca√≠do de paraquedas.

Por que os japoneses pescam baleias se o consumo e baixoCom dinheiro do Estado e a cumplicidade do legislativo, a agência que pesca baleias ICR (Instituto para Pesquisa de Cetáceos, em inglês) tem feito programas para reintroduzir a carne nas merendas escolares. Ao conquistar o paladar infantil, o ICR pretende ampliar o mercado de consumidores no futuro. Também são promovidos cursos para ensinar a cozinhar a iguaria.

Outra explica√ß√£o por tr√°s da posi√ß√£o governamental √© o acesso a¬†√°guas internacionais. ‚ÄúOs japoneses n√£o querem que a proibi√ß√£o da pesca da baleia abra um precedente que depois limite a pesca de outros peixes‚ÄĚ, diz Milton Marcondes, diretor de pesquisas do Instituo Baleia Jubarte.

Revista Veja


Deixe o seu Comentário - Dúvidas e perguntas envie um email para contato@pescamadora.com.br