Últimas Notícias

Represa transborda e mais de 150 toneladas de peixes morrem no PR

Represa transborda e mais de 150 toneladas de peixes morrem no PR 4Uma represa localizada na divisa de Paranavaí e Terra Rica, no noroeste do Paraná, transbordou devido a quantidade de água de chuva que atingiu a região nas últimas semanas. A água do rio Coroa do Frade foi contaminada com lama e mais de 150 toneladas de peixes morreram.

No local onde funcionava a represa havia uma pequena hidrelétrica, mas ela também foi inundada com a cheia do rio.

A força da água levou árvores, galhos e muita lama. Depois da enxurrada, bancos de areia foram formados em alguns locais. Em torno de 250 tanques de criadores de tilápias da cidade foram perdidos, mais de 90% dos peixes que estavam nesses tanques morreram.

De acordo com a Associação de Criadores de Peixes os espaços utilizados para a engorda dos animais foram arrastados por 6km e pararam a um quilômetro do Rio Paranapanema. Segundo os criadores, por causa da lama faltou oxigênio na água, e isso provocou a morte dos peixes.

“A sensação é de impotência. Foram oito anos de muita luta e trabalho. Chegar nessa situação é muito difícil”, lamenta o presidente da associação Claudio Fukushima.

Após o desmoronamento de um pasto, uma erosão se formou e até o percurso do rio foi modificado.

“Não temos um valor dos estragos, mas pelo o que os engenheiros conversaram vai ficar em torno de R$ 2,3 milhões. Os estragos são irreparáveis, não vai voltar a ser como antes”, diz o diretor de Obras de Terra Rica, Reginaldo Zacarias.

Represa transborda e mais de 150 toneladas de peixes morrem no PR 5As prefeituras de Terra Rica e Paranavai estão estudando maneiras para conseguir recursos dos governos Estadual e Federal para amenizar os estragos. O prefeito de Terra Rica, Devalmir Molina (PSL), deve decretar estado de emergência. “Os dois municípios não têm condições financeiras de arcar com todos os prejuízos e recuperarmos a margem do rio”, argumenta o prefeito.

Conforme a Defesa Civil, o prejuízo na usina é de mais de R$ 3,2 milhões. Para arrumar as nove pontes e várias estradas rurais que foram danificadas o custo ultrapassa os R$ 800 mil. Já a Associação de Criadores de Peixes estima que o prejuízo inicial é de R$ 1,5 milhão.

Portal G1 – Globo.com

loading...

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Dúvidas e perguntas envie um email para contato@pescamadora.com.br