Últimas Notícias

Barco pesqueiro captura atum azul de 417 kg no Japão

Barco pesqueiro captura atum azul de 417 kg no JapaoUm barco de pesca desembarcou nesse domingo (24), no porto pesqueiro de Katsuura, na cidade de Nachikatsuura (Wakayama), um atum azul capturado pesando 417 kg .

Segundo a Cooperativa de Pesca de Katsuura, este foi o exemplar mais pesado já capturado desde a inauguração da cooperativa, em 1949. O peixe foi leiloado e arrematado por dois milhões e noventa mil ienes ou cerca de R$ 72.000,00 (Setenta e dois Mil Reais).

O peixe foi capturado pelo barco nº.1 Umishinmaru no Oceano Pacífico, a 180 km da península de Kii. “Quando estávamos levantando o espinhel a corrente da máquina quebrou, fazendo com que levássemos aproximadamente uma hora para içar o peixe”, disse o capitão do barco, Hiroshi Kodama.

Nesse mesmo porto um atum azul de 411 kg foi desembarcado em abril do ano passado. Em 2013 um atum azul pesando 440 kg foi desembarcado no porto de Sakai (Tottori).

Atum Azul está na Lista de peixes ameaçados

À medida que o costume de comer peixe cru se espalha, também aumentam os temores de que o atum de barbatana azul do Pacífico possa estar com seus dias contados — a espécie já integra a lista de animais ameaçados de extinção.

O relatório revelou que décadas de sobrepesca e má gestão resultaram em uma redução de 96,4 por cento da população do atum rabilho do Pacífico desde o século 19. No entanto, os governos responsáveis pela gestão destas pescarias não adotaram medidas de conservação adequadas. Ainda não existe, por exemplo, um limite de capturas no Oceano Pacífico ocidental, onde a maioria dos atuns rabilho do Pacífico são encontrados.

O estudo revelou, ainda, que mais de 90% do atum é capturado antes de atingir a idade reprodutiva. Atualmente, o Japão consome cerca de 80% de todo o atum azul pescado no mundo e tem sido acusado de sufocar as tentativas internacionais para reduzir drasticamente as quotas de pesca ou de proibir o comércio.


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Dúvidas e perguntas envie um email para contato@pescamadora.com.br