Últimas Notícias

Codevasf insere 300 mil alevinos em trecho do Rio São Francisco em Sergipe

Codevasf insere 300 mil alevinos em trecho do Rio Sao Francisco em SergipeCerca de 300 mil filhotes de peixes da espécie curimatã pacu foram inseridos no trecho de Sergipe do rio São Francisco pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), empresa pública vinculada ao Ministério da Integração Nacional (MI). A ação ocorreu no domingo (3), no município de Neópolis (SE), durante a Festa de Bom Jesus dos Navegantes.

Esse foi o primeiro repovoamento que ocorre em diversos trechos da bacia do Velho Chico, chamado peixamento, da Codevasf, em 2016.

Os alevinos, foram produzidos no Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Betume, localizado em Neópolis. Em 2015, o centro produziu 1,5 milhão de filhotes para recomposição da fauna do rio.

“É uma ação cotidiana da Codevasf em toda a região do Vale do São Francisco. Em Sergipe, os peixamentos são feitos com espécies nativas importantes como a xira, também conhecida por curimatã pacu, o piau, o surubim e o pacamã”, explicou o analista em Desenvolvimento Regional da Codevasf, o engenheiro de pesca Iru Guimarães.

Codevasf insere 300 mil alevinos em trecho do Rio Sao Francisco em Sergipe 2Ele destacou que os alevinos ajudam a recompor a ictiofauna dos rios, ou seja, as populações de peixes nativos, afetadas pela construção das barragens. “É um trabalho de importância econômica, que contribui para a pesca artesanal praticada na região, e ambiental, auxiliando no equilíbrio ecológico do Rio São Francisco”, finalizou o analista.

Para ampliar as ações realizadas no Centro de Betume, a Codevasf está investindo mais de R$ 4 milhões na reforma e modernização da unidade. Com as obras, que estão em fase final, a instituição planeja dobrar a capacidade de produção de alevinos: de 4 milhões para 8 milhões por ano.


Deixe o seu Comentário - Dúvidas e perguntas envie um email para contato@pescamadora.com.br