Últimas Notícias

Ibama e IAP apreendem 800 kg de pescado e mais de 2.300 m de redes no Paraná

Ibama e IAP apreendem 800 kg de pescado e 2.000 m de redes no Parana 2Em ação conjunta entre as equipes dos escritórios regionais do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), uma grande quantidade de material de pesca predatória foi apreendida neste final de semana no Rio Iguaçu, durante a Operação Carnaval.

Os envolvidos infringiram o período da Piracema, que é favorável para a reprodução de diversas espécies, com a subida dos cardumes às cabeceiras dos rios, terminando com a desova.

Com isso, é um período onde as espécies precisam ser preservadas e a atividade de pesca necessita de uma temporada de restrições.

A Operação
Ibama e IAP apreendem 800 kg de pescado e 2.000 m de redes no Parana 3Toda a ação contou ainda com o apoio da Polícia Militar de União da Vitória, teve início na madrugada de sábado, 6, em São Mateus do Sul e terminou a meia-noite de terça-feira, 9.

As equipes de fiscalização atuaram nas represas de Foz do Areia, Segredo e ainda foram efetuadas blitz nos municípios de Porto Vitória e Cruz Machado.

Foram apreendidos quatro motores, dois barcos, uma caminhonete Chevrolet S-10, pouco mais de 800 quilos de peixes e mais de 2,3 mil metros de rede.

Ainda foram lavrados seis autos de infração, sendo notificadas cinco pessoas, que nos próximos dias terão que se apresentar nos escritórios do IAP ou Ibama para prestar esclarecimentos.

Segundo o chefe do Ibama de União da Vitória, Arty Coelho de Souza Fleck, os envolvidos serão penalizados. “Os notificados recebem uma multa e todos os envolvidos estarão respondendo a um processo criminal na justiça”, afirmou.

OIbama e IAP apreendem 800 kg de pescado e 2.000 m de redes no Paranas peixes apreendidos serão doados para diversas instituições de caridade, desde que estejam em condições de consumo.

De acordo com o chefe do IAP de União da Vitória-PR, André Aleixo, a população precisa ter consciência das permissões e restrições para a pesca. “É muito importante que toda a população tenha a consciência ecológica, e procurar as informações do que é ou não permitido, pois vamos continuar realizando esse tipo de fiscalização”, enfatizou.

Piracema
Na piracema, quem for flagrado pescando ilegalmente poderá ser multado. O valor da sanção pode chegar a cerca de R$ 700 por pescador e mais de R$ 20 por quilo de peixe capturado.


Deixe o seu Comentário - Dúvidas e perguntas envie um email para contato@pescamadora.com.br