Últimas Notícias

Pesca e aquecimento de oceano favorecem multiplicação de polvos

Pesca e aquecimento de oceano favorecem multiplicacao de polvosA quantidade de polvos, chocos e lulas tem aumentado progressivamente ao longo dos √ļltimos 60 anos, apesar da atividade humana e do aquecimento dos oceanos estarem reduzindo a popula√ß√£o de peixes nos mares.

Um estudo divulgado nesta segunda-feira (23), na revista cient√≠fica Current Biology, revelou que altera√ß√Ķes no ecossistema podem favorecer esse tipo de molusco.

A explicação para isso tem relação com a característica do ciclo de vida desses animais, que são mais adaptáveis às mudanças, em comparação com outros organismos.

“Os cefal√≥podes s√£o frequentemente chamados de ‚Äėervas daninhas do mar‚Äô, devido a seu crescimento r√°pido, a expectativa de vida curta e o desenvolvimento flex√≠vel, permitindo-os se adaptarem √†s mudan√ßas ambientais mais rapidamente do que outros animais marinhos‚ÄĚ, disse Zoe Doubleday, bi√≥loga Marinha da Universidade de Adelaide, autora do estudo, ao jornal brit√Ęnico The Guardian.

“Os cefal√≥podes (classe desse tipo de molusco) t√™m essa ‘live fast, die young’ (viver r√°pido, morrer jovem) como estrat√©gia de vida. S√£o as estrelas do rock do mar‚ÄĚ, disse coautor do projeto, Bronwyn Gillanders, tamb√©m ao Guardian.

As popula√ß√Ķes de peixes e recifes de coral est√£o diminuindo rapidamente devido √† pesca excessiva e as mudan√ßas clim√°ticas. Estudos recentes conclu√≠ram que as ofertas globais de peixes est√£o caindo tr√™s vezes mais r√°pido do que os n√ļmeros oficiais das Na√ß√Ķes Unidas sugerem.

Pesca e aquecimento de oceano favorecem multiplicacao de polvos 2No entanto, tais mudanças podem beneficiar polvos, lulas e chocos. Cefalópodes são predadores vorazes, para as quais a pesca excessiva esgota concorrência e remove os predadores. Além disso, há indícios que águas mais quentes aceleram o ciclo de vida cefalópode.

“Essas caracter√≠sticas permitem-lhes adaptar facilmente √†s mudan√ßas das condi√ß√Ķes ambientais”, disse Gillander. “Eles podem, portanto, ter uma vantagem competitiva sobre os de vida mais longa, esp√©cies de crescimento mais lento.”

Os pesquisadores alertaram, no entanto, que os “din√Ęmica populacional s√£o notoriamente dif√≠ceis de prever”, e “as atividades humanas podem ter um efeito nocivo sobre as popula√ß√Ķes de cefal√≥podes”.

Portal G1


Deixe o seu Comentário - Dúvidas e perguntas envie um email para contato@pescamadora.com.br