Últimas Notícias

PMA intensifica fiscalização de pesca ilegal em mar aberto no Paraná

PMA intensifica fiscalizacao de pesca ilegal em mar aberto no ParanaAs a√ß√Ķes acontecem na plataforma continental desde o dia 1¬į e se estendem at√© o fim das √°guas continentais dentro da jurisdi√ß√£o do Estado, cerca de 200 milhas n√°uticas. A fiscaliza√ß√£o visa coibir a pesca de arrasto de camar√Ķes em locais proibidos e por embarca√ß√Ķes sem a devida licen√ßa, coibir tamb√©m a pesca da tainha e demais esp√©cies por embarca√ß√Ķes de grande porte que n√£o possuem licen√ßa de pesca para essas esp√©cies.

A pesca de arrasto do camar√£o sete-barbas foi liberada em mar aberto desde que se respeite a dist√Ęncia m√≠nima de 1 milha n√°utica da costa (1.852m). J√° a tainha o que ocorre √© que l√° fora os cardumes se formam e deslocam com milhares de indiv√≠duos e por essas embarca√ß√Ķes possu√≠rem redes gigantescas acabam por capturar os peixes de forma irregular, dificultando que eles cheguem na costa ou que sejam capturados pelas embarca√ß√Ķes devidamente licenciadas.

As embarca√ß√Ķes de grande porte s√£o monitoradas via sat√©lite atrav√©s de um sistema informatizado chamado Preps, no o qual √© poss√≠vel visualizar o hist√≥rico de pesca com pontos onde determinado barco navegou, velocidade do deslocamento e dados do propriet√°rio e capacidade de tonelagem entre outros.

Na embarca√ß√£o s√£o vistoriados todos os documentos, desde as carteiras de identifica√ß√£o dos tripulantes at√© as licen√ßas de pesca, bem como os por√Ķes de armazenamento dos pescados; grande parte dessas informa√ß√Ķes consta num livro chamado ‚ÄúRol‚ÄĚ, uma esp√©cie de di√°rio de bordo nesses tipos de embarca√ß√Ķes.

No primeiro dia de fiscaliza√ß√£o que iniciou-se pela costa da ilha de Superag√ľi, em Guaraque√ßaba, os pescadores de camar√£o foram orientados a respeitarem a dist√Ęncia m√≠nima exigida por Lei.

J√° as embarca√ß√Ķes de grande porte foram abordadas e fiscalizadas 2 embarca√ß√Ķes, √† dez milhas n√°uticas da costa, sendo estas habilitadas a pesca de sardinhas (‚Äúsardinheiras‚ÄĚ) oriundas do Estado do Rio do Janeiro e que vieram na costa do nosso litoral pescar. Nada de irregular foi encontrado, mas os capit√£es foram advertidos para que n√£o pesquem esp√©cies diversas da que consta em suas licen√ßas, dentre elas a tainha.

PMA-PR


Loja Roupas de Pesca


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Dúvidas e perguntas envie um email para contato@pescamadora.com.br