Últimas Notícias

PMA apreende 120 metros de redes e autua quatro por pesca ilegal no MS

pma-apreende-redes-e-autua-tres-por-pesca-ilegal-no-msPoliciais Ambientais apreenderam 120 metros de redes e aplicaram R$ 2.000,00 em multas durante fiscalização nos Rio Miranda e Paraná no Mato Grosso do Sul.

Durante patrulhamento fluvial no rio Miranda, nos municípios de Guia Lopes da Laguna, Nioaque e Jardim, na região da Ponte do Ariranha ao Pesqueiro da Dona Ana e autuaram três pessoas, sendo uma por pesca predatória e duas por pescar sem a licença ambiental.

Um representante comercial, de 51 anos, residente em Ribeirão Preto (SP); e um engenheiro agrônomo, de 45 anos, residente em Maracaju foram autuados por pescar sem a devida autorização para pesca amadora expedida pela Autoridade Ambiental. Com os infratores foram apreendidas duas carretilhas com varas. Eles ainda não haviam capturado nenhum pescado. Cada infrator foi autuado administrativamente e multado em R$ 300,00.

Outro autuado, um dentista de 33 anos, residente em Sidrolândia, foi preso por pesca predatória. Ele pescava em uma corredeira (local proibido por lei para a pesca) denominada Corredeira Santa Helena, no município de Nioaque. Com o infrator foi apreendido um molinete com vara. Ele responderá por crime ambiental e poderá pegar pena de um a três anos de detenção. O infrator também foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 700,00.

Já durante fiscalização em um local às margens do rio Paraná denominado Cascalheira, no município, Policiais Militares Ambientais de Três Lagoas (MS) prenderam um homem por pesca predatória. O infrator foi avistado em uma embarcação no rio Paraná, conferindo redes que havia armado e retirando peixes desses petrechos ilegais de pesca. Quando os policiais chegaram, os peixes presos às redes e exemplares que o pescador havia retirado, pesando em torno de 5 kg, ainda estavam vivos e foram soltos no rio.

pma-apreende-redes-e-autua-tres-por-pesca-ilegal-no-ms-2Os petrechos, duas redes que mediam ao todo 120 metros foram retirados do rio e apreendidos, além do barco e o motor de popa utilizados na pescaria ilegal. Esse tipo de petrecho tem uso proibido, devido ao alto poder de captura e de degradação dos cardumes. O pescador iniciava a pescaria ilegal, por isso ainda não havia capturado maior quantidade de pescado.

O infrator, de 52 anos, residente em Três Lagoas, recebeu voz de prisão e foi conduzido, juntamente com o material apreendido, à delegacia de Polícia Civil da cidade, onde ele foi autuado em flagrante por crime ambiental de pesca predatória e saiu depois de pagar fiança. Se condenado, poderá pegar pena de um a três anos de detenção. A PMA também autuou administrativamente o infrator e arbitrou multa de R$ 700,00.


Deixe o seu Comentário - Dúvidas e perguntas envie um email para contato@pescamadora.com.br