Últimas Notícias

Empresa Portuguesa apresenta barco movido a energia solar no Green Projets Awards

empresa-portuguesa-apresenta-barco-movido-a-energia-solar-no-green-projets-awardsOs barcos solares da empresa Portuguesa Sun Concept, criada h√° cerca de ano e meio, foram o √ļnico projeto selecionado para um seleto grupo de finalistas do “Green Projets Awards” realizado pela consultora GCI, pela Ag√™ncia Portuguesa do Ambiente e pela associa√ß√£o Quercus.

O portfólio da Sun Concept conta com barcos de diferentes tipologias e caraterísticas, cada qual com suas particularidades, mas todas com um denominador comum de serem construídas de forma a serem competitivas, ao nível de preço de mercado atual.

Uma das caracter√≠sticas mais atrativas destes barcos √© o fato de “n√£o gerarem custos com combust√≠veis”, sendo um barco com autonomia 100% el√©trica atrav√©s de energia solar. Todas as embarca√ß√Ķes s√£o de consumo zero, podendo navegar inclusive a noite, j√° que os Sunsailers da empresa est√£o equipados com baterias, que acumulam a energia captada do Sol.

“Captamos a energia do Sol, que, por sua vez, carrega um conjunto de baterias, que alimentam os motores el√©tricos. A autonomia, que √© um dos conceitos em que estamos a apostar, √© ilimitada. Ao contr√°rio dos autom√≥veis el√©tricos, que t√™m um problema de autonomia, o que obriga a um per√≠odo de inatividade da m√°quina, para carregar.¬† No caso dos nossos barcos, o conceito, na minha vis√£o, √© muito mais evolu√≠do. √Č o Sol que carrega as baterias e enquanto houver sol,¬† sempre haver√° energia”, disse Manuel Brito.

A nossa ideia foi criar uma autonomia de 8 a 9 horas, sem sol, ou seja, autonomia para navegar a noite e em situa√ß√Ķes em que haja falta direta do sol. Isto permite √†s embarca√ß√Ķes navegar de forma infinita, garantiu. Mesmo com todos esse pontos favor√°reis, os barcos permitem o carregamento em marinas, atrav√©s da rede el√©trica.

Esta autonomia √© garantida para uma velocidade de cruzeiro das embarca√ß√Ķes em 5,5 n√≥s, cerca de 12 km por hora. A embarca√ß√£o navega em velocidade de at√© 7 n√≥s, mas, nessa velocidade, a autonomia reduz-se para cerca da metade do tempo.

Este desempenho tem tend√™ncia a melhorar, j√° que h√° uma aposta cada vez maior na automa√ß√£o el√©trica, a n√≠vel mundial, que faz prever avan√ßos tecnol√≥gicos, no curto ou m√©dio prazo, e uma redu√ß√£o dos custos. Manuel Brito conta com eles para melhorar os produtos e lan√ßar novas embarca√ß√Ķes.


Estimulamos o debate suadável. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato