Últimas Notícias

Seca no Rio Xingu abaixo da Barragem de Belo Monte preocupa ribeirinhos de Altamira no Par√°

seca-no-rio-xingu-abaixo-da-barragem-de-belo-monte-preocupa-ribeirinhos-de-altamira-no-para-4Os moradores de comunidades ribeirinhas e pesquisadores de Altamira, no sudoeste do Par√°, est√£o preocupados com a situa√ß√£o da seca no rio Xingu, que j√° estaria prejudicando a pesca na regi√£o. Segundo a popula√ß√£o, a seca ocorre desde o in√≠cio do funcionamento da hidrel√©trica Belo Monte. Em nota, a Norte Energia informou que cumpre rigorosamente o que foi determinado na licen√ßa de opera√ß√£o expedida pelo Ibama para as vaz√Ķes m√≠nimas que devem ser liberadas para a Volta Grande do Xingu.

De acordo com a Norte Energia, este ano, por causa da baixa vazão do rio houve período em que toda a água que chegou ao reservatório foi liberada. Enquanto isso, os ribeirinhos relatam dificuldades para sobreviver da pesca.

‚ÄúDepois que a barragem come√ßou a funcionar, os problemas come√ßaram. Esse ano a √°gua j√° n√£o foi mais aonde ela ia antes‚ÄĚ, explica o presidente da associa√ß√£o dos moradores da comunidade, Manass√©s Aranha.

O Corpo de Bombeiros fez vistorias na √°rea e constatou que pelo menos uma comunidade se encontra isolada. ‚ÄúJ√° reportamos relat√≥rio para Bel√©m para informar a situa√ß√£o. A comunidade tinha acesso n√£o somente pelo rio, mas tamb√©m pela estrada. Isso gera um isolamento da popula√ß√£o‚ÄĚ, diz o capit√£o do Corpo de Bombeiros, Celso Piquet.

Uma bi√≥loga que faz pesquisas na regi√£o da Volta Grande do Xingu desde 2007 acompanha a seca com preocupa√ß√£o. ‚ÄúA vaz√£o do Rio Xingu em um trecho de 100 quil√īmetros foi totalmente alterada. Essa vaz√£o n√£o √© suficiente para manter a fauna aqu√°tica e o ecossistema‚ÄĚ, explica a pesquisadora da UFPA, Cristiane Carneiro.

Audi√™ncia p√ļblica
O Minist√©rio P√ļblico Federal(MPF) convocou uma audi√™ncia p√ļblica para a pr√≥xima sexta-feira (11), no Centro de Conven√ß√Ķes de Altamira, para tratar sobre a garantia do modo de vida tradicional da popula√ß√£o ribeirinha diante de impactos causados pelo empreendimento de Belo Monte.

O MPF também pretende abordar a situação de ribeirinhos e indígenas que vivem no trecho de vazão reduzida, ou seja, na área que fica abaixo do barramento da hidrelétrica, onde houve redução no volume de água do rio.

Portal G1 – Globo.com


Estimulamos o debate suadável. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato