Últimas Notícias

Com o fim da piracema, IAP fiscaliza rios Ivaí e Paraná para coibir a pesca predatória

Para garantir o respeito às normas ambientais após o período de piracema, quando a pesca de espécies nativas é proibida, fiscais do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) percorrem os rios Ivaí e Paraná. A ação tem o objetivo de garantir que não ocorram excessos e desrespeitos às normas ambientais no retorno da atividade pesqueira no estado.

Durante a última semana (entre 01 a 03) a operação conjunta dos Escritórios Regionais do IAP de Cianorte (PR), Umuarama (PR) e Campo Mourão (PR) abordadou diversas embarcações e inúmeros acampamentos, para conferencia de documentos, petrechos e produtos da pesca.

Os fiscais percorreram os municípios de Tapira, Ivaté, Icaraíma e Alto Paraíso. Na maioria dos locais se percebeu uma melhora na educação ambiental dos pescadores profissionais e amadores, porém, de acordo com o chefe regional do IAP de Cianorte, Antonio Carlos Cavalheiro Moreto, a fiscalização precisa continuar atuando de maneira intensa.

“Embora se perceba o desenvolvimento da consciência ambiental por parte da maioria dos pescadores, ela ainda não é suficiente para manter o equilíbrio do recurso pesqueiro. Os próprios pescadores, conscientes do problema, clamam por este tipo de trabalho, eles ajudam na manutenção do recurso pesqueiro e inibem a ações predatórias”, contou o chefe regional.

Ao todo, foram recolhidos 08 espinheis com aproximadamente 40 anzóis cada; 400 metros de redes de Nylon; 85 anzóis de galho; 12 boias-louca e 15 galões de sevas. Foi lavrado um auto de infração no valor de R$1,2 mil e um Termo de Apreensão para um infrator que estava redes de pesca em desacordo com as normas. Demais infratores ambientais não foram encontrados.

Também foi efetuada vistoria em um comercio de iscas com intuito de orientar formalmente o proprietário sobre a emissão de documento de venda apropriado ao consumidor.

IAP-PR


Estimulamos o debate amistoso. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato