Últimas Notícias

PMA flagra turistas transportando 518 kg de pescado ilegal sem lacre no MS

Mais de meia tonelada de pescado ilegal foi apreendido pela PMA (Pol√≠cia Militar Ambiental) durante fiscaliza√ß√£o na noite desta quinta-feira (26), na BR-262. A carga pertencia a 32 turistas de S√£o Paulo, Goi√°s e Minas Gerais que estavam em um √īnibus de uma empresa de turismo.

Durante fiscaliza√ß√£o realizada nessa quinta-feira (25), os policiais Militares Ambientais do Grupamento do Buraco das Piranhas, em Corumb√° (MS), abordaram o √īnibus onde 32 turistas (27 paulistas, residentes nas cidades de Presidente Venceslau, Presidente Prudente e Presidente Epit√°cio) (2 Goianos residentes em Goi√Ęnia) e (3 Mineiros residentes em Uberl√Ęndia), que transportavam ilegalmente 518 kg de pescado de varias esp√©cies, dentre elas 143 kg de cachara, 132 kg de pintado, 122 kg de ja√ļ, 104 kg de barbado, 2 kg de pacu e 15 kg de palmito.

Os pescadores que haviam capturado o pescado, no munic√≠pio de Corumb√°, no rio Paraguai, na regi√£o da Ba√≠a Vermelha e no rio S√£o Louren√ßo n√£o tinham efetuado a vistoria e o lacre obrigat√≥rio para o transporte. Todos tinham informa√ß√Ķes sobre a necessidade de efetuar a vistoria e lacre do pescado para o transporte, por√©m, arriscaram.

O pescado foi apreendido. Os pescadores e a empresa de turismo foram autuados administrativamente por transporte de pescado sem a Guia de Controle de Pescado (GCP) e foram multados ao todo em R$ 33.340,00. A falta de vistoria e lacre não se caracteriza crime, mas é infração administrativa, com previsão de multa e apreensão do produto da pesca.

Policia Militar Ambiental – MS


Estimulamos o debate suadável. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato