Últimas Notícias

Força-tarefa apreende 1 tonelada de pescado ilegal durante operação em MS

Força-tarefa formada pela Polícia Militar Ambiental (PMA), grupamento aéreo da Polícia Militar e a Marinha, apreendeu 1.039 quilos de pescado durante as atividades da operação “Pesca Legal”, iniciada na quinta-feira (1) e que termina neste domingo (4), na região da bacia do rio Paraná, em Mato Grosso do Sul.

A operação teve como objetivo principal coibir a pesca predatória e o comércio irregular de pescado capturado de forma ilegal nos rios da região, mas também combateu outros crimes. Durante a ação, foi intensificada a fiscalização nos rios e rodovias, com a atuação de equipes fluviais, terrestres e até aérea.

De acordo com a PMA, durante a operação foram percorridos 11 rios da bacia do Paraná, sendo vistoriados 157 embarcações e 72 ranchos de pesca. Por terra, foram realizadas barreiras em seis rodovias estaduais e em duas federais, com 654 veículos vistoriados. Doze peixarias foram vistoriadas e onze pessoas conduzidas a Polícia Civil. Os militares emitiram ainda R$ 20,1 mil em multas e apreenderam diversos petrechos de pesca, armas de fogo, munição, um veículo e 303 kg de maconha.

“Vínhamos recebendo denúncias recorrentes de irregularidades nessa região e resolvemos intensificar as ações de fiscalização na bacia do Paraná. Organizamos a operação, por meio da Assessoria Policial Militar da Semagro. Mobilizamos a PMA, o grupamento aéreo da PM e contamos com o apoio da Marinha, que se integrou à ação”, informou o secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck.

O balanço parcial da operação aponta a apreensão de: 1.039 quilos de pescado, 47 redes de pesca, 10 varas com molinetes, 7 covos, 274 anzóis de galho, 6 armas de fogo, 29 munições, 1 veículo e 303 quilos de maconha.


Estimulamos o debate suadável. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato