Últimas Notícias

Pescador captura “esturj√£o” no Rio Uruguai em Concepcion del Uruguay-AR

Durante uma pescaria realizada por pescadores no rio Uruguai na cidade de Concepcion del Uruguay (AR), um exemplar de esturj√£o foi capturado na costa oeste da ilha Cambacu√°.

Segundo informou o portal de not√≠cias “Estaci√≥n Caseros”, o exemplar de 10 kg, considerado de grande porte para a esp√©cie, foi capturado por Lalo Machado, pescador da regi√£o desde 1972, mais especificamente na costa da ilha Vilardeb√≥ no Rio Uruguai.

Lalo disse que “muitas pessoas queriam compr√°-lo, mas que pretende embalsamar o exemplar”. Ele disse ainda que precisou contatar o Iate Clube da cidade para identificar a esp√©cie atrav√©s de pesquisa feita na internet. Lalo finalizou dizendo que sua vida √© a fam√≠lia o rio e seus 30 c√£es.

O esturjão é explorado desde a antiguidade por causa de carne e principalmente suas ovas que são utilizadas na produção do caviar, iguaria muito apreciada no mundo todo. O esturjão vive normalmente em águas gelada.

Espécie é Cultivada na Região desde 1996
A empresa preto Rio de esturj√Ķes S. A. (agora chamada Black River Caviar) foi criado no Uruguai em 1996, sendo um dos pioneiros na produ√ß√£o de caviar na Am√©rica do Sul.

A incubadora foi instalada na barragem Baygorria no rio Negro. As esp√©cies Siberian esturj√£o sterlet e esturj√£o foram as que melhor se adaptaram a uma vasta gama de condi√ß√Ķes ambientais: em primeiro lugar, duas esp√©cies foram cultivadas. Em 2005, a empresa come√ßou a cultivar o esturj√£o russo, de onde se obt√©m um dos caviar mais caros do mundo, o Ossetra.

Finalmente, em 2010, come√ßou com o cultivo de esturj√£o beluga, que √© o maior peixe de √°gua doce do mundo, podendo medir at√© 8 metros de comprimento e pesar mais de 3 toneladas, produzindo o caviar mais caro do planeta. Em alguns leil√Ķes, o kg come√ßa com lances a partir de 16 mil d√≥lares.

Espécie já havia sido capturada anteriormente
A causa mais provável para o seu aparecimento nos rios, é que alguns exemplares tenham escapado dos criatórios ou introduzidos pela ação humana.

O primeiro registro documentado de captura de um esturj√£o foi no Rio de la Plata, em 1999, no entanto, ele j√° havia sido capturado por pescadores e turistas, principalmente nas comunidades do baixo rio Uruguai. Nos anos seguintes, alguns exemplares continuaram a aparecer , embora raramente, atingindo tamb√©m o rio Paran√°, pelo menos at√© a cidade de Paran√°, a cerca de 750 quil√īmetros por estabelecimentos de aquicultura de √°gua no Uruguai.


Estimulamos o debate suadável. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato