Últimas Notícias

Operação da Polícia Ambiental resulta em autuações por pesca ilegal no rio Mogi Guaçu (SP)

Durante operação, realizada nessa semana em Pirassununga (SP), resultou na apreensão de 200 metros de rede de emalhar, tarrafas e duas embarcações e 8 autuações por pesca ilegal.

A primeira ação aconteceu no trecho urbano do rio, próximo ao Parque dos Ingás, onde dois homens foram flagrados pescando em local proibido com o uso de tarrafas, petrechos para os quais não tinham licença e em local proibido. Com eles também foi apreendido pescado em desacordo com o tamanho mínimo exigido por lei, uma tilapía, duas taguaras com 35 cm, e um cascudo com 20 cm.

O ajudante de pedreiro de 47 anos estava acompanhado de um estudante de 18 anos. Com eles foram apreendidas duas varas, duas tarrafas com comprimento de 2,5 e 3,0 metros, além de nove redes de 10 e cinco metros.

Já na barragem da Usina Aratu, que abrange os bairros Cascata, Taquari, Ibicatu e Cachoeira de Emas, equipes detiveram outros seis indivíduos, em pontos distintos, praticando pesca ilegal, com utilização de petrechos ilegais, além de duas embarcações de pequeno porte.

Dezenas de peixes que estavam presos nas redes e artefatos puderam ser devolvidos com vida ao rio Mogi Guaçu e seus afluentes.

Os envolvidos foram autuados e responderão em liberdade pelos crimes ambientais. Todo o equipamento, inclusive as embarcações e motores foram apreendidos. Já o pescado foi doado ao Lar Vicentina, em Mogi Mirim (SP).


Estimulamos o debate amistoso. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato