Últimas Notícias

PMA multa em R$ 123,7 Mil grupo que filmou 966 kg de pescado ilegal no Rio Piracicaba

A Polícia Ambiental multou nessa quarta-feira (10) três pescadores profissionais por capturar de forma irregular 966 kg de peixes da espécie curimba no Rio Piracicaba em Santa Maria da Serra (SP).

A autua√ß√£o ocorreu depois de v√°rias den√ļncias, inclusive desse portal, relatar o abuso praticado pelo grupo que compartilhou nas redes sociais, v√≠deos onde mostram um barco cheio de peixes e as redes utilizadas na pesca ilegal, o que permitiu a identifica√ß√£o dos homens.

A pesca de arrasto e o local onde os peixes foram capturados não pode ter atividade de pesca em qualquer época do ano, conforme informou a Polícia Ambiental.

Os policiais se deslocaram até o município de São Pedro (SP) em busca de um dos suspeitos de aparecer nos vídeos. Segundo a corporação, o homem confirmou que era um dos três nas imagens e que estava com o filho. Todos são pescadores registrados.

O homem também informou aos policiais que a quantidade de peixes pescados foi de 966 kg e que o montante foi vendido para um comprador da Bahia. Na casa em que ele estava foram apreendidos uma rede tarrafa, uma puça Рrede menor para tirar peixes de água Рe um barco de alumínio de seis metros de comprimento.

Segundo a polícia, foram lavrados seis autos de infração ambiental. A multa total é de R$ 123,7 mil. O método utilizado para pescar os peixes, chamado de arrasto, não é permitido, conforme a corporação. Além disso, a pesca é proibida no local onde os peixes foram pegos, que fica no encontro dos rios Piracicaba e Tietê.

A pesca ilegal ocorreu no dia (5) desse mês conforme narra um dos infratores, a polícia levou apenas 5 dias para identificar e autuar os infratores. O caso foi encaminhado à Polícia Federal (PF) de Piracicaba (SP).


Estimulamos o debate amistoso. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato