Últimas Notícias

Arremessos

A precisão na hora do arremesso pode fazer toda a diferença para fisgar um belo exemplar, por esse motivo, é essencial que você tenha um minimo de noções de controle sobre o seu equipamento a fim de evitar cabeleiras e conseguir um bom desempenho durante a sua pescaria.

arremessos-2

Abaixo vamos colocar algumas considerações a serem realizadas antes de iniciar a pescaria. Conhecer o seu equipamento e entender as suas funcionalidades vai te ajudar a fisgar o seu troféu.

arremesso1Usando a Carretilha: Ao pescar com carretilha, você está sempre sujeito a sofrer com aqueles nós imensos, as “cabeleiras”, que estragam muita linha e as vezes até a pescaria. Um dos momentos em que se dá esse problema é na hora do arremesso. Se tiver muita linha, é provável que repuxe, fazendo ‘’cabeleira’’, se tiver pouca linha, não vai ter alcance suficiente. Tenha como referência a borda do carretel.

Enrole a linha quase até a borda do carretel, deixando sobrar espaço suficiente para uma moeda de 1 centavo. Para evitar a ‘’cabeleira’’, ajuste a quantidade de linha desta maneira.

Overhead Cast: Este arremesso é um dos mais usados pelos pescadores, e de maior precisão. Consiste em elevar a vara verticalmente sobre o ombro e acima da cabeça carregando a varra, ou seja fazendo com que ela flexione (1) e com um movimento contínuo, impulsione a vara para frente descarregando (2).

arremesso-carretilha

Exemplo de Arremesso com Carretilha

A velocidade da impulsão depende da distância que você quer atingir (lembrando que se solta o carretel quando a varra atingir um angulo de mais ou menos 60º).

Veja a posição da mão na hora do arremesso :arremesso3

Sarremesso7ide Arm Cast: Este arremesso é lateral e consiste em posicionar o braço a 90 graus da direção pretendida. A velocidade da impulsão da vara para frente determina a distância desejada.

Pitch Cast: Segure a isca e ao mesmo tempo mantenha a vara com a ponta voltada para baixo. Ao elevar a vara solte também a isca, como um pendulo. Quando a isca atingir a posição vertical, abaixe a vara com a simultânea liberação da linha.

arremesso2Flippin Cast: Para este arremesso é necessário que sua carretilha tenha o sistema “flippin”. Com a ponta da vara voltada para cima com uma quantidade de linha fora do carretel que você deve segurar com o polegar, além da ponteira, de comprimento aproximado ao tamanho da vara.

Impulsione a isca na direção de onde se deseja arremessar, e com um movimento de pêndulo, libere a linha da mão. Quando a isca atingir o alvo libere o botão do ” auto cast “. Este dispositivo se encontra em alguns modelos de carretilha.

Slingshot Cast: Este arremesso consiste em você segurar a isca e puxá-la até que a vara envergue. Quando a soltarmos a isca será impulsionada pela tenção da vara.

Veja exemplos de arremessos com molinete e fly

arremesso-molinete

Exemplo de Arremesso com Molinete

O mais comum deles é arremessar com o carretel do molinete parcialmente ou totalmente encolhido. Como a linha dos molinetes saem em espirais, inevitavelmente ela irá atritar com a alça e também com as laterais que prendem a alça, provocando perda de desempenho.

O braço que segura o molinete deve formar um ângulo de 90°, será ele que irá possibilitar o movimento de alavanca, impulsionando a vara com maior ou menor velocidade e potência. Este movimento será fundamental para a obtenção de desempenho e precisão nos arremessos.

arremesso-fly

Exemplo de Arremesso com Equipamento de Fly

Arremesso básico pick-up. O pescador deve começar o arremesso com a linha totalmente estendida a sua frente. A ponta da vara deve estar baixa, próxima a superfície. Este aspecto é de vital importância para a execução correta do arremesso. Todo e qualquer arremesso deve iniciar com a ponta da vara sempre baixa.

Num movimento contínuo, o pescador deverá levantar a ponta da vara, fazendo com que a mesma se envergue com o peso da linha.

Em seguida, o pescador deve fazer uma parada brusca e vigorosa. Essa parada deve ser próxima a altura da orelha, com a ponta da vara na posição de Uma hora, em um relógio imaginário. Mantenha o pulso firme;

 Após essa parada, espere a linha ser esticada atrás e estar em paralelo com o solo. Após isso, o pescador deve iniciar o arremesso frontal ou dianteiro, fazendo com que a vara alcance uma trajetória até as dez horas de um relógio simbólico (estas paradas não devem ser interpretadas como absolutas, porém devemos tentar fixar e executar o movimento sempre procurando atingir estes mesmos pontos).

Após a formação do loop, espere até que a linha se estenda por completo a sua frente.

 

Kalua Barco Hotel


Estimulamos o debate suadável. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato