Últimas Notícias

Chicotes de Pesca

chicote-exemplo5Um chicote de pesca consiste no conjunto de leader e anzol atado á linha principal. Lógico que esta é uma definição bastante vaga, pois existem outras peças que são importantes e quase sempre são utilizados em chicotes de pesca, tais como girador, bóia, empate de aço, chumbo oliva, pirâmide ou gota, etc.

Enfim, existem dezenas de componentes que podem resultar em uma centena de chicotes diferenciados. É importante saber quando utilizar cada chicote pois, embora não pareça, o chicote pode fazer uma grande diferença na hora da pescaria. Dada a importância do assunto, reunimos algumas dicas de pescadores sobre quais chicotes se utilizar e quando utilizar.

Antes de continuarmos, existem alguns conceitos básicos que gostaríamos de salientar.

chicote-exemplo2LINHA PRINCIPAL linha proveniente da carretilha/molinete, convenientemente montada em uma vara de pesca própria para o equipamento utilizado e tendo a ponta da linha já passada através dos passadores. Certifique-se de que não esqueceu nenhum passador e que a linha não está dando nenhuma volta em torno do eixo da vara.

A especificação (espessura) da linha principal deve ser condizente com o equipamento (vara / carretilha / molinete) que você está utilizando, caso contrário você estará correndo o risco de danificar seriamente seu equipamento.

LEADER uma parte de linha mais grossa do que a linha principal (na maioria das vezes), capaz de agüentar a fisgada, o arranque do peixe e o atrito da linha com a boca do peixe. Sem esquecer que o leader deve agüentar o atrito em possíveis estruturas onde o peixe possa tentar se esconder. Normalmente utiliza-se uma linha acima de 0,50mm, desde que a sua linha principal seja inferior à esta espessura. Caso contrário, pode-se utilizar um pedaço da própria linha principal entrelaçada ou espessuras maiores.

chicote-exemplo3:. Chicote boiado

É uma opção de chicote muito utilizado na pesca em rios e lagos. Nada impede de ser utilizado no mar também, quando embarcado.

* Passos para a montagem do chicote:

  1. Passe a linha principal no orifício da bóia e fixe-a com o palito plástico (vem junto com a bóia quando adquirida). O tamanho da bóia deve ser condizente com o peso do chumbo somado ao peso da isca utilizada;
  2. Passe a linha principal em um chumbo do tipo oliva. A função do chumbo no conjunto é manter a linha esticada em direção do fundo e desta forma, não precisamos utilizar um chumbo muito pesado;
  3. Através de um nó de aperto ou nó de sangue, fixe um girador na ponta da linha;
  4. Com a linha selecionada para o leader, monte um nó rápido para a laçada na outra extremidade do girador;
  5. Deixe um espaço de aproximadamente 40 cm para atar o anzol (nó de aperto ou nó de sangue).

* Algumas dicas sobre o chicote boiado:

  1. Um chumbo mais pesado auxilia no arremesso do chicote;
  2. O chumbo serve também para que a linha boiada não fique passeando pela área do lago ou com a correnteza do rio;
  3. Quanto mais comprido o chicote medido à partir da bóia, mais difícil o arremesso do mesmo;
  4. Para fixar o chumbo na linha e não deixá-lo correr, alguns pescadores utilizam-se de artifícios como dar uma volta a mais com a linha pelo olho do chumbo ou a utilização de pequenas borrachas específicas para este fim (estas borrachas podem ser compradas nas lojas do ramo);
  5. Uma variação deste chicote é a utilização do mesmo com a bóia solta na linha ou até mesmo sem a bóia, o que resulta na isca indo ao fundo do lago/rio. Muito útil na pesca de carpas e bagres ou quando está ventando muito.
  6. Pode-se utilizar um empate de aço ou anzol encastoado. Útil na pescaria de traíras, pacus, cachorras e outros peixes que possuem dentes mais afiados.

chicote-exemplo7.: Chicote para pesca de praia ou costões

Um chicote muito utilizado na pesca de praia ou costões é composto de até quatro anzóis no decorrer do leader que termina com uma chumbada do tipo pirâmide.

Este tipo de chicote também é praticado na pesca embarcada, embora não seja o mais recomendado.

* Passos para a montagem do chicote:

  1. Amarre na linha principal um girador através do nó de aperto ou nó de sangue;
  2. Em casas especializadas você encontra à venda os chicotes prontos para pesca de praia, estes com dois ou mais anzóis. Estes chicotes já são vendidos tendo em suas extremidades nós do tipo nó rápido, onde você só precisa dar a laçada primeiramente na outra extremidade do girador, depois no chumbo e por último nos anzóis conforme o detalhe;

* Algumas dicas sobre o chicote de praia ou costão:

  1. Para pesca de praia, recomenda-se a utilização de varas mais compridas (com mais de quatro metros) para facilitar o arremesso do chicote;
  2. No lugar da chumbada pirâmide pode ser utilizada uma chumbada do tipo gota, caso o local onde você está pescando possua muitas pedras e estruturas de fundo. A chumbada pirâmide, nestes casos, provocará enrosco e a perda do chicote;
  3. A chumbada pirâmide tem por intuito enterrar-se na areia para fixação da linha. Isto devido ao fato de normalmente existirem ondas e variações de maré em locais de pesca de praia e/ou costões, o que tende a arrastar a chumbada em direção á praia/costão;
  4. Após o arremesso, trave o molinete ou carretilha, coloque a vara na posição horizontal paralelamente ao mar e mantendo a ponta da vara a meio metro do chão, dê algumas fisgadas no chumbo, facilitando o processo de aterramento do mesmo;
  5. O peso da chumbada depende da força da maré no momento da pescaria e da capacidade do seu equipamento (vara / molinete / carretilha). O uso de chumbadas de peso exagerado ao equipamento pode prejudicar a vida útil do mesmo;
  6. Pode-se utilizar um empate de aço ou anzol encastoado. Útil na pescaria de peixes que possuem dentes mais afiados.

chicote-exemplo4.: Chicote para pesca embarcada

Quando na pesca embarcada, existem diversas variações de chicote que podem ser utilizados. E ainda, existem chicotes que devem ser utilizados dependendo, principalmente, do peixe que se quer pescar.

Obs.: chicotes de pesca embarcada não são desenvolvidos para que sejam arremessados. Devem ser simplesmente soltos na maré, ao lado do barco. Um chicote muito utilizado na pesca embarcada pode ser visto a seguir.

* Passos para a montagem do chicote:

  1. Passe uma chumbada oliva na linha principal;
  2. Ate um girador com um nó de aperto ou nó de sangue;
  3. Prepare separadamente o leader, executando em uma de suas extremidades um nó rápido (para enlace na outra extremidade do girador);
  4. Deixe uma distância mínima de 50 cm no leader e, na outra extremidade, ate o anzol da sua escolha com um nó de aperto ou nó de sangue;

* Algumas dicas sobre o chicote de pesca embarcada:

  1. O peso da chumbada oliva depende da maré em que se está pescando. No caso de muita correnteza pode-se optar por uma chumbada mais pesada;
  2. Neste tipo de chicote, é comum deixarmos preparados alguns “leaders” a mais, para o caso de eventualidades como enrosco, por exemplo. Nesta forma ainda, você pode deixar cada leader preparado com um anzol de tamanho/modelo diferente, por exemplo;
  3. No caso da pesca do robalo, é comum a utilização de iscas vivas como, por exemplo, camarões. Utilize um anzol com o tamanho condizente com sua isca. Tendo como exemplo o camarão, o intuito é que este nade mesmo estando preso ao anzol. Isto não será possível se o anzol for muito grande comparado ao tamanho do camarão;
  4. Este chicote é muito utilizado na pesca embarcada principalmente com o barco á deriva, constituindo uma técnica muito produtiva para pesca do robalo. Pela sua formação, o chicote torna-se de difícil enrosco;
  5. Este tipo de chicote já se mostrou útil na pesca de robalo, badejo, garoupa, betara, peixe-espada e até pequenos cações;
  6. Pode-se utilizar um empate de aço ou anzol encastoado. Útil na pescaria de peixes que possuem dentes mais afiados.

chicote-exemplo6.: Ainda para pesca embarcada, mais especificamente na pesca de garoupas e badejos de grande porte:

Obs.: chicotes de pesca embarcada não são desenvolvidos para que sejam arremessados. Devem ser simplesmente soltos na maré, ao lado do barco. Um chicote muito utilizado na pesca embarcada pode ser visto a seguir.

* Passos para a montagem do chicote:

  1. Ate um girador com três pontas (á venda nas casas do ramo) com um nó de aperto na linha principal;
  2. Para a argola oposta à argola da linha principal no girador, monte um leader de aproximadamente três metros, tendo em ambas as extremidades nós do tipo nó rápido. Em uma extremidade do leader você deverá enlaçar uma chumbada do tipo pirâmide, e na outra extremidade enlace a argola do girador;
  3. Para a argola central do girador, monte um segundo leader de aproximadamente dois metros e meio, tendo em uma extremidade um nó rápido para enlace na argola do girador e, na outra extremidade, um nó de aperto ou nó de sangue fixando o anzol de sua escolha;

* Algumas dicas sobre este chicote para garoupas e badejos:

  1. Não tente arremessar este chicote. Ele é feito exclusivamente para ser solto ao lado do barco e demonstrou muito mais produtividade na pesca quando em barcos ancorados;
  2. Neste tipo de chicote é recomendado que sua linha principal seja no mínimo 0,50mm e seu leader, maior do que 0,80mm;

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Dúvidas e perguntas envie um email para contato@pescamadora.com.br