Últimas Notícias

Saúde do Pescador

Em caso de acidentes, antes de tomar qualquer atitude, procure informações com um médico de sua confiança e/ou um posto de saúde. Sempre que entramos no assunto de pesca em uma roda de amigos, imediatamente alguém lembra de uma aventura pesqueira que teve ou lembra de alguém que conhece que é pescador de nascimento. E essas lembranças quase sempre são ambientadas em uma beira de rio ou nas margens de um bonito lago.

Ou até mesmo na praia, quem sabe? Um assunto quase sempre deixado de lado pelos praticantes deste saudável esporte diz respeito diretamente à estes ambientes nativos da pesca. Muitas vezes, como pescadores que somos, nos aventuramos em meio a terrenos fechados, com mata alta e muitas árvores, por trilhas praticamente irreconhecíveis, por entre troncos caídos e folhagens secas em busca de um barranco de rio perfeito para alguns instantes de pesca relaxante.

É fato que o acesso aos melhores pesqueiros requer certa habilidade do pescador para ultrapassar estes desafios que a natureza impõe, lembrando ainda que normalmente entramos nestes caminhos carregados de equipamentos, estes classificados como “imprescindíveis”, e que não podem ser deixados pra trás.

Quando uso o termo “habilidade” refiro-me a equilíbrio, esforço muscular, tranqüilidade e calma. Refiro-me a um bom condicionamento físico e mental proveniente de uma boa qualidade de vida. E ainda, muitas vezes estes locais são moradias de diversos tipos de animais como aranhas, cobras e outros insetos que podem tornar um dia de pesca em um verdadeiro tormento.

Para ambos os casos veremos como algumas medidas simples podem reduzir bastante os riscos de problemas. Para tanto é preciso estar em dia com suas atividades físicas, sempre atento e prevenido com um pequeno – mas extremamente útil nestas ocasiões – kit de primeiros socorros.

:. Cuidados com a alimentação

Procure não praticar nenhum tipo de esforço corporal em jejum. Mesmo que você acorde bem cedo para “aquela” viagem até o pesqueiro e não esteja com muita fome, procure ao menos manter ao alcance um lanche leve como uma fatia de pão com queijo branco e um suco de frutas. O corpo necessita de energia que provém dos alimentos para que você possa movimentar-se de forma eficiente. Não deixe de se alimentar nos horários corretos e o faça com calma, sem afobação. Lembre-se sempre que o dia é de descanso e, dessa forma, comer em pé na beira do barranco, com a cabeça sob o sol não é a melhor opção.

Procure um lugar calmo para armar seu acampamento e garantir seu bem-estar e de seus companheiros. Alimentos leves, baseados em fibras, frutas, verduras e carnes brancas são a melhor opção, pois são de digestão rápida e ainda assim garantem um bom sustento por um bom tempo. Lembre-se de saber dosar os alimentos, evitando congestões e mal-estar em um momento que deve ser de recreação. Um breve descanso após o almoço é fundamental. Evite muitos esforços em seguida á ingestão de alimentos. Jogue limpo com a natureza. Carregue seu lixo para casa e mantenha o pesqueiro limpo e em condições para que ele sempre esteja disponível para seu divertimento.

:. Vestuário

A roupa que melhor será útil está diretamente ligada ao clima. Roupas leves sempre lhe permitirão se mover de forma mais fácil, além de deixar o corpo livre para transpirar e trocar o calor. Um moletom sempre é a melhor opção em dias de frio. Proteger o tronco é essencial para evitar os males do frio, como gripes e resfriados. Proteja sempre seus pés.

Nunca se aventure em pescarias em locais desconhecidos apenas usando calçados que deixem sua pele exposta em demasia, como sandálias ou chinelos, por exemplo. Um bom tênis é suficiente para evitar maiores problemas.

:. Cuidados físicos

Esteja sempre em dia com as necessidades de seu corpo. Conheça melhor o seu corpo e seus limites mantendo sempre uma boa série de exercícios físicos, pelo menos duas vezes por semana. Alongamentos, caminhadas, uma breve corrida são essenciais para lhe garantir uma boa condição física e encarar qualquer desafio necessário em sua pescaria. E não só nas pescarias. Lembre-se que uma boa condição física representará sempre, em qualquer ocasião, uma melhor qualidade de vida. Ainda: exercícios físicos não fazem bem apenas ao seu corpo.

Principalmente, o exercício físico hoje representa, se não a melhor, uma excelente forma de lidar com o stress diário, comum na vida de qualquer ser humano. Além de uma boa pescaria, é claro, que auxilia contra qualquer tipo de energia negativa e stress.

:. Cuidados com ferimentos causados por acidentes ou picadas de animais e insetos

Tenha sempre em sua maleta de pesca alguns ítens que são essenciais e podem ajudar em situações inesperadas.

  1. ANTICÉPTICO, ALGODÃO Indispensável em um kit de primeiros socorros para limpeza do local machucado.
  2. COMPRESSAS DE GAZE, FITA ADESIVA Essenciais para um curativo básico, juntamente com um chumaço de algodão estéril.
  3. ACETONA E, essa mesmo de tirar esmalte de unha em salões de beleza, á venda em qualquer farmácia, é uma excelente arma contra picadas de insetos como abelhas, vespas e borrachudos.
  4. MEDICAMENTOS EM GERAL O uso de qualquer medicamento deve ser feito sob cuidados médicos, sempre que possível. Pode-se carregar, juntamente com os demais ítens já relacionados, alguns comprimidos com os quais você esteja habituado à se tratar para dor de cabeça, enjôos e alergias (anti-histamínicos).

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Dúvidas e perguntas envie um email para contato@pescamadora.com.br