Últimas Notícias

Pescadores fazem pesca ilegal no Ceará e ameaçam fiscais do Ibama

Um barco foi apreendido fazendo pesca ilegal no litoral de Fortaleza na tarde deste sábado (22). Os dois pescadores que estavam na embarcação fugiram após abordagem do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e Polícia Ambiental, que coíbe a pesca ilegal no Ceará.

De acordo com o chefe de fiscalização do Ibama no Ceará, Rolfran Ribeiro, os pescadores usavam capuz e ameaçaram os fiscais do Ibama e da Polícia Ambiental. “Eles estavam encapuzados como bandidos. E como estavam em uma embarcação grande, jogaram o barco para cima da gente colocando nossa integridade em risco”, conta Rolfran.

Ainda de acordo com o chefe de fiscalização do Ibama, um policial conseguiu dispersar os pescadores ilegais com um tiro, que foi disparado para o alto. Após o tiro, os pescadores fugiram.

A embarcação foi apreendida junto com 4.500 metros de rede conhecida como “caçoeira”, que é proibida por degradar o meio ambiente, segundo o Ibama. Também foram apreendidos 40 quilos de lagosta pescada de forma predatória. O pescado será doado para pescadores cadastrados, e a rede será incinerada na segunda-feira (24), segundo Rolfran Ribeiro.

Segundo o chefe de fiscalização do Ibama, o barco apreendido é cadastrado, e os fiscais vão tentar identificar os pescadores. Os suspeitos, caso apreendidos, devem responder por crime ambiental e tentativa de homicídio, além de pagar multa de R$ 20 mil.

Reforço na segurança
Servidores do Ibama no Ceará solicitaram ao Ministério da Pesca o uso de embarcações da Marinha para monitorar a pesca ilegal no Ceará. Rolfran Ribeiro diz também que, a partir deste mês, os policiais ambientais que fazem a fiscalização da pesca usarão armas de grosso calibre.

http://g1.globo.com


Estimulamos o debate amistoso. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato