Últimas Notícias

PMA prende três assentados praticando pesca durante a piracema no MS

Uma equipe da Polícia Militar Ambiental de Mundo Novo (MS) realizava fiscalização na rodovia MS 295, que liga Paranhos (MS) a Tacuru (MS) e prendeu hoje três assentados por pescar durante a piracema e ainda utilizar petrecho proibido (tarrafa). Os pescadores estavam em três motocicletas e voltavam da pescaria, que ocorrera no rio Iguatemi. Com eles foram apreendidos os três veículos uma tarrafa e 4 kg de pescado.

Os pescadores, residentes no assentamento São Cristóvão, em Paranhos, receberam voz de prisão e foram conduzidos, juntamente com o material apreendido, à delegacia de polícia civil de Paranhos e responderão por crime ambiental. Se condenados, poderão pegar pena de um a três anos de detenção. Cada pescador também foi multado em R$ 700,00.

ALERTA

A PMA alerta que a única pesca permitida neste período na bacia do Rio Paraguai e nos rios de domínio do Estado de Mato Grosso do Sul, na Bacia do Paraná é a pesca de subsistência. Subsistência é manutenção da vida. Então, quem pode pescar é o ribeirinho que precisa da proteína do peixe para manutenção de sua vida. Ele pode capturar 3 kg, ou um exemplar, respeitando as medidas permitidas, porém, não pode comercializar em hipótese alguma. Portanto, a população das cidades lindeiras, bem como pessoas que vão passar o final de semana em ranchos às margens dos rios, não podem pescar de forma alguma.

Nos Lagos das Usinas do Rio Paraná, pode haver a pesca embarcada ou desembarcada, com cota de captura de 5 kg mais um exemplar de peixes exóticos e não nativos da bacia, tais como: tucunaré, curvina, tilápia, bagre africano, porquinho, Black bass, peixe-rei, carpa, piranha-preta, zoiúdo etc.

http://www.pantanalnews.com.br


Estimulamos o debate suadável. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato