Últimas Notícias

Sema-MT revela balanço durante o período de defeso no estado

Material de pesca apreendido pelo SEMA-MT no defeso 2013-2014 (Foto: Divulgação Sema-MT)Balanço revela que aumentaram em 857%, as apreensões de equipamento utilizadas para a pesca predatória. As informações foram divulgadas hoje (07) pela Polícia Militar Ambiental, o balanço é referente à piracema, no período de novembro 2013 a janeiro 2014. Os dados revelam ainda uma diminuição de 37% na apreensão de pescado irregular.

De acordo com o tenente coronel Rhaygino Sarly Rodrigues Setubal, comandante do Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental (BPMPA), até agora já foram apreendidos 4.381 equipamentos e ou materiais de pesca, 361 redes de pesca, 150 tarrafas, 383 espinheis e 325 anzóis de galho, 2.382 kg de pescado, 54 veículos automotores, 81 embarcações e 54 armas de fogo.

No mesmo período da piracema do ano anterior, novembro 2012 a janeiro de 2013, foram apreendidos: 541 materiais de pesca, 97 redes de pesca, 54 tarrafas, 11 espinheis e 41 anzóis de galho, 3.261 kg de pescado, 06 veículos automotores, 24 embarcações e 11 armas de fogo.

Segundo o coronel, constata-se um aumento de 857% no número de apreensões de equipamento e ou materiais de pesca, um aumento médio, de 335% nas apreensões de redes de pesca, tarrafas e embarcações. Um aumento médio de 845% nas apreensões de anzóis de galho e veículos, um aumento de 3.400% nas apreensões de espinheis, armadilhas empregadas para captura de peixes e um aumento de 490% na apreensão de armas de fogo.

Foram registrados 224 Boletins de Ocorrências de naturezas diversas, destacando os crimes contra a lei de pesca. Foram abordados 2.657 cidadãos, 1.127 veículo, 87 embarcações, que resultaram na apreensão de 1.027 equipamentos e ou materiais de pesca, 41redes, 34 tarrafas, 130 espinheis, 04 embarcações, 23 veículos, 05 freezers, 878 kg de pescado, 157 peças de pescado. Tudo produto de crime ou utilizado para prática de crime contra lei de pesca, durante a piracema.

O que chamou a atenção da polícia foi o grande número de armas de fogo apreendidas. Foram 20 armas, em sua maioria, carabinas e espingardas, de diversos calibres, empregas para caça ilegal e 108 cartuchos intactos, prontos para o uso.

Ação eficiente

O fator positivo foi a redução na apreensão de pescado, que apesar de aumentar a fiscalização e o número apreensões de equipamento, materiais e demais meios empregados na pesca irregular, houve uma diminuição de 37% na apreensão de pescado irregular. Deste modo fica constatado que as ações de policiamento e fiscalização ambiental preventivas, por parte do BPMPA, foram efetivas, vindo a inibir a ação de pesca irregular, principalmente a predatória durante a piracema. Capacitação O comandante destaca que esse aumento nos números das apreensões deve-se a um conjunto de fatores, como: capacitação da tropa – no BPMPA foram realizadas 04 capacitações na área ambiental e fluvial; mudança na metodologia de trabalho, como a implementação de analise criminal, cartão programa e outros mecanismos; implementação de uma doutrina de policiamento e fiscalização ambiental; trabalho de valorização da tropa, dentre outros.

Outras apreensões
Também já foram apreendidos até agora 7.321 materiais de pesca que estavam em situação irregular, 65 embarcações, 06 motores de popa, 112 veículos, empregados na práticas de crimes e ou infrações ambientais. Foram ainda apreendidos 651 espinheis, 597 redes, 232 tarrafas empregados para pesca predatória e 10.215 kg de pescado e mais 1.151 peças de pescado fruto de pesca predatória que resultaram em crimes e ou infrações ambientais.

Período de defeso
Até 28 de fevereiro de 2014 fica proibida a pesca no estado, inclusive na modalidade pesque e solte. A decisão foi tomada durante a 10ª Reunião Ordinária do Conselho Estadual de Meio Ambiente (Consema).


Estimulamos o debate amistoso. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato